Como calcular correntes harmônicas

Escrito por jonah quant | Traduzido por renivaldo servin
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como calcular correntes harmônicas
Os filtros harmônicos eliminam correntes perigosas das redes de energia (Power line detail image by Tasha from Fotolia.com)

Nos sistemas de fornecimento de energia baseados em corrente alternada (AC) - como ocorre na principal rede de distribuição de energia de concessionárias elétricas - as cargas não lineares podem enviar certa quantidade de energia de volta para a fiação. Esse retorno acontece normalmente sob a forma de correntes harmônicas: múltiplos da frequência de ondas AC originais. As correntes harmônicas devem ser eliminadas a partir de um circuito de potência por um filtro harmônico para evitar que causem distorções na tensão e correntes excessivas em conexões de aterramento. Um filtro harmônico é composto por um condensador de potência ligado em série a um reator de ajustamento, com ambos colocados entre a linha de alimentação e o solo. Os parâmetros para um filtro de corrente harmônica dependem do circuito elétrico em que a eliminação precisa ocorrer.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Analisador harmônico

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Utilize o analisador de corrente harmônica no circuito com 30% de carga, meça a carga LD em quilo watts e o fator de potência PF.

  2. 2

    Calcule os ângulos de fase, tanto para o fator de potência real quanto para o desejado (um fator de potência desejável é 0,97), por meio da avaliação:

    PAreal = arccos (PF) PAdesejado = arccos (0,97)

  3. 3

    Calcule a KVAR dos quilo volts e amperes necessários para aumentar o fator de potência de PF por meio da avaliação, como no exemplo do 0,97:

    KVAR = LD x (tan(PAreal) - tan(PAdesejado))

  4. 4

    Calcule a capacidade necessária para o condensador do filtro de corrente harmônica através da avaliação:

    C = KVAR / ((KV)^2 x 2 x Pi x F x 0.001)

    Substitua KV pela tensão da rede elétrica em quilo volts e F pela frequência da linha de alimentação em Hertz.

  5. 5

    Calcule a resistência necessária para o reator sintonizar no filtro de corrente harmônica através da avaliação:

    X = 1 / (2 x Pi x F x C)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível