Como calcular a insolação solar

Escrito por ryan fergerson | Traduzido por débora sousa
Como calcular a insolação solar
A insolação solar varia de acordo com ângulos e a nebulosidade (Comstock/Comstock/Getty Images)

A insolação solar é a quantidade de energia eletromagnética, ou radiação solar, recebida em um ponto na superfície da Terra. A nebulosidade, o ângulo de declinação solar, o ângulo zenital e o ângulo horário são variáveis ​​necessárias ao determinar a insolação solar. As unidades de insolação são geralmente expressas em kWh/m²/dia — isso representa a quantidade de energia solar diária em um quilowatt por hora ao atingir 1 m² da superfície da Terra.

Instruções

  1. 1

    Calcule o ângulo horário (H) usando essa fórmula: H = 15 graus x (hora - 12). A variável "hora" significa a hora do dia a partir de meia-noite — por exemplo, meio-dia é igual a 12 e quatro horas da tarde é igual a 16.

  2. 2

    Calcule o ângulo zenital (Z) usando essa fórmula: Z = cos-1 (sinXsinY + cosXcosYcosH). O ângulo zenital representa a relação de verticalidade entre um ponto da superfície e a posição do sol. Nessa equação, X é a latitude, Y é o ângulo de declinação solar e H é o ângulo horário — o ângulo de declinação solar é o ângulo entre um plano perpendicular à radiação solar e o eixo de rotação da Terra. Ele varia de 23,5º no solstício de verão para -23,5º no solstício de inverno. O ângulo de declinação solar é de 0º no equinócio da primavera e do outono.

  3. 3

    Calcule a insolação solar (I) usando essa fórmula: I = ScosZ. S é a constante de energia solar — cerca de 1000 W/m², dependendo do ângulo e das condições meteorológicas. Z é o ângulo zenital da equação no Passo 2.