Características do Comércio Livre

Escrito por walter johnson | Traduzido por wanderson david
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características do Comércio Livre
O que é Comércio Livre? (stocks and shares image by Andrew Brown from Fotolia.com)

O comércio livre é frequentemente definido como um conjunto de negações, ou seja, comércio sem a interferência do governo de vários tipos. Não há nada errado nessa definição. Existem seus aspectos são positivos, e estes devem ser enfatizados. A melhor maneira para se entender o comércio livre é pela capacitação: quem toma decisões no comércio livre versus comércio protegido? O comércio livre capacita o mercado para fazer a decisão final na vida econômica internacional. O comércio protegido, ou denominado pelo Estado como internacional, capacita os atores políticos a ser os árbitros finais da vida econômica internacional.

Outras pessoas estão lendo

Tarifas

A característica mais comum do comércio livre é a falta de tarifas estaduais nas importações. Uma tarifa é um imposto retirado dos bens entrantes no país. Isso faz os bens estrangeiros ficarem artificialmente mais caros do que os produzidos domesticamente, dando ao último uma margem competitiva.

Mercados

Mercados, não o Estado ou nem mesmo atores econômicos poderosos, são capacitados a tomar decisões nos sistemas de comércio livre. Se os bens estrangeiros são apreçados de acordo com normas de mercado, o vencedor na competição é quem faz o melhor produto no menor preço. No comércio protegido, frequentemente, aquele que tem seus interesses econômicos protegidos é o ator com maior poder político.

Estados

O comércio livre tira o Estado da equação econômica. Os Estados são descapacitados a fazerem qualquer decisão econômica em relação à economia global. Os consumidores e empresas são então capacitados a fazer estas decisões baseados em suas preferências em vez da política do Estado.

Contratos

Os mercados são baseados nos contratos entre compradores e vendedores. Por isso, a remoção do Estado nas tomada de decisão econômica significa o predominância dos contratos sobre as regularizações do mesmo na economia global. Neste caso, contratos livres são uma característica importante do comércio livre. Por outro lado, o comércio protegido é uma atividade econômica internacional controlada, pelo menos em parte, pelo governo.

Economia

A Economia está no centro do pensamento do comércio livre, enquanto a política está no centro do comércio protegido. Por isso, qualquer regime do comércio livre acredita em termos de categorias econômicas: eficiência, mercados e contratos, enquanto o protecionismo acredita em termos de categorias políticas: produções domésticas, interesses potentes e poder do Estado.

Globalização

O comércio livre exige um mundo sem fronteiras. Em um senso econômico, os Estados do mundo são irrelevantes -- apenas as exigências do mercado mundial têm alguma relevância econômica. Portanto, com o comércio livre, o mundo se torna progressivamente menor enquanto empresas e bancos servem, em vez de uma nação, um mercado global.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível