Características das frentes estacionárias

Escrito por ethan shaw | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características das frentes estacionárias
As frentes estacionárias se formam quando um pequeno movimento na superfície é observado no limite de duas massas de ar (sky background. sky and clouds background. image by Sergey Sukhorukov from Fotolia.com)

Em meteorologia, as "frentes" referem-se às fronteiras entre massas de ar de diferentes densidades geralmente causadas por variações de temperatura. Uma durável passagem de frentes frias e quentes sobre a superfície do planeta ajuda a definir os padrões climáticos predominantes desse nível mais baixo da atmosfera, a troposfera, e é um dos principais desencadeadores de precipitações. Um tipo de frente cujo comportamento é talvez menos familiar para o leigo é a frente estacionária.

Outras pessoas estão lendo

Os princípios

Uma frente estacionária marca a fronteira de duas massas de ar, em que pouco ou nenhum movimento é observável na superfície. Mas o ar com nível inferior pode estar se movendo de fato. Por exemplo, uma massa de ar mais quente pode invadir uma massa de ar mais fria em uma altitude mais elevada, provocando carregamento de nuvens e chuva fraca ao longo da fronteira em direção à parcela mais fria. Como afirmam Ackerman e Knox em "Meteorology", essa situação assemelha-se mais ou menos à de uma frente quente ativa invadindo uma massa de ar mais fria. Devido à possibilidade de movimento do ar de alto nível, as frentes estacionárias são por vezes chamadas frentes quase estacionárias.

Características observáveis

Além do potencial de nuvens e precipitação, uma frente estacionária pode ser visível a um observador no chão quando o próprio limite é ultrapassado. A notável diferença de temperatura entre as massas de ar em cada lado da fronteira atmosférica pode muitas vezes ser observada. Dependendo de condições específicas, ventos nas proximidades da frente podem soprar paralelamente em direções opostas e em ambos os lados.

Simbologia

Uma frente estacionária pode ser reconhecida em um mapa do tempo por um símbolo específico. Destacando a paralisação do nível da superfície, uma linha é desenhada descrevendo a fronteira das massas de ar frias e quentes. Em vez de triângulos azuis ou semicírculos vermelhos que representam frentes frias e quentes respectivamente, a frente estacionária aparece como uma mistura dessas formas: triângulos azuis voltados para o ar quente se alternam com semicírculos vermelhos voltados para o ar mais frio. Essa notação difere da simbologia de uma frente oclusa, em que uma frente fria alcança uma frente quente viajando na mesma direção, que também tem triângulos e semicírculos alternativos, mas ambos apontando para a mesma direção e com coloração roxa.

Derechos

O tempo ao longo de uma frente estacionária pode ser mais volátil e intenso do que simplesmente céu nublado e garoa leve. Às vezes, dependendo dos níveis de instabilidade, uma frente estacionária no verão pode desencadear tempestades sob ventos altos e fortes acompanhando o curso da fronteira. As correntes descendentes associadas com esse cinturão de tempestades por vezes podem puxar ventos velozes na direção da superfície da Terra, provocando uma tempestade potencialmente destrutiva chamada "derecho". O nome deriva do espanhol e significa "em linha reta", refletindo o alinhamento do fluxo de ar.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível