Características gerais do filo Cycadophyta

Escrito por carolyn csanyi | Traduzido por rubia fernandes
Características gerais do filo Cycadophyta
O cone fêmea de uma palmeira sagu parece um pouco como uma flor (Alena Brozova/iStock/Getty Images)

O filo Cycadophyta contém cerca de 140 espécies vivas de plantas, chamadas cicadáceas, com mais espécies presentes em registro fóssil. As cicadáceas têm sementes e vasos de condução de água. Elas pertencem a um grupo maior de plantas chamadas gimnospermas, que carregam sementes em estruturas coníferas. Às vezes, a Cycadophyta é chamada de divisão, em vez de um filo.

Classificação das cicadáceas

Nas gimnospermas, como as cicadáceas, as sementes não se desenvolvem em um ovário de planta como nas angiospermas (plantas com flores), mas sim sobre a superfície das estruturas reprodutivas. Outras gimnospermas incluem árvores gingko, éfedra e pinheiros. Existem três famílias de cicadáceas vivas, sendo que a maioria são representadas em fósseis. Embora elas lembrem superficialmente palmeiras ou samambaias, as cicadáceas não estão estreitamente relacionadas com nenhuma delas e são, provavelmente, as mais primitivas das plantas com sementes.

Hábito de crescimento

As cicadáceas têm longas folhas que parecem penas. Muitas espécies têm um tronco parecido com uma haste. Elas podem ficar bastante altas, com espécies que variam de 3 a 50 m de altura. Os fósseis de cicadáceas foram ainda mais altos. De crescimento lento, os troncos das cicadáceas têm um núcleo conciso, cercado por camadas de madeira. Geralmente, uma única cultura de novas frondes cresce a partir do centro das folhas a cada ano, com as folhas se desenrolando a partir da base, assim como na samambaia. As cicadáceas têm raízes contráteis que ficam perto da superfície do solo e das cianobactérias simbióticas fixadoras de nitrogênio.

Reprodução

Quando estão velhas o suficiente, as cicadáceas desenvolvem uma estrutura de cone no meio das folhas. Os cones masculinos e femininos crescem em plantas de diferentes sexos separadamente. Os masculinos produzem pólen, que contém esperma ciliado móvel para nadar no tubo polínico, fertilizando os cones femininos. As únicas plantas com sementes com esperma nadante são as cicadáceas e as árvores gingko. A polinização é auxiliada principalmente por insetos, sendo os besouros os mais representativos. Depois que o espermatozoide fertiliza um óvulo imaturo, ele cresce em uma semente redonda; na maioria das cicadáceas, desenvolvem-se duas sementes na base de cada cone. Os cones fêmeas, em algumas espécies, podem chegar a mais de três metros de comprimento e pesar até 43 quilos.

Distribuição

Na época dos dinossauros, os fósseis mostram que as cicadáceas pertencentes a gêneros diferentes daqueles que estão vivos hoje estavam entre as plantas mais comuns, com distribuição mundial. As cicadáceas de hoje vivem em florestas tropicais e subtropicais da África, América Central, América do Sul, Ásia e Austrália. Muitas preferem sol ou sombra parcial, alta umidade e solo com boa drenagem. Algumas espécies vivem em climas mais áridos na Austrália, no México e na África. A maioria não tolera temperaturas muito baixas, embora a palmeira sagu (cycas revoluta), nativa do Japão e da China, tolera geada leve quando adulta.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível