Características de um jardim inglês

Escrito por valerie valdez | Traduzido por ágata erhart
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Características de um jardim inglês
Um jardim inglês singular proporciona um ambiente relaxante (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

"Jardins são o resultado da colaboração entre a arte e a natureza", segundo Penelope Hobhouse, autora de "Garden Style". Diferente do estilo Francês mais elaborado, os jardins ingleses enfatizam um ambiente natural que remete ao campo. As características do jardim inglês permitem que ele componha um cenário fluído em um estilo casual, porém organizado. Não importa se você possui muitos hectares de terra ou um espaço pequeno, você pode transformar esse terreno em um jardim único, com algumas modificações de suas principais características.

Outras pessoas estão lendo

Formatos

Curvas e voltas suaves, caminhos feitos com pedregulhos espalhados que possuem um charme rústico e dão ao jardim um senso de movimento são as principais características de um jardim inglês. Formatos geométricos, como quadrados e retângulos, para canteiros de ervas e flores, compõem áreas bem arranjadas para um ambiente descontraído. Uma característica comum é um banco de madeira posicionado durante o caminho ou ao final dele, em frente a um pequeno lago ou fonte. Estátuas e grandes vasos de flores são ornamentos que delineiam os caminhos.

Flores

A flor mais comum em um jardim inglês é a rosa, que normalmente cresce em treliças de madeira, paredes de pedra ou em canteiros e bordas. Os tipos mais tradicionais de rosas incluem os chás chineses e as rosas híbridas ou qualquer variedade que você escolher. Outras flores servem como adorno às rosas. A especialista em jardins ingleses Gertrude Jekyll, autora do livro "A criação de um jardim" (tradução livre) diz que "o uso de malvas, dálias, peônias e íris, cada um em uma gama de cores, enfatizam um esquema colorido, mudando e unificando o jardim com suas formas distintas."

Ervas e vegetais

O jardim inglês também pode ter uma função mais prática no cultivo de ervas e vegetais que podem ser usados na cozinha ao mesmo tempo em que intensificam as cores e aromas do jardim. Tomilho, alecrim, endro e manjericão são ervas comuns de serem cultivadas em canteiros separados. Uma variedade de vegetais como cenouras, alface, abóbora, pepinos e tomates geralmente crescem ao lado das ervas em outros canteiros.

Topiária

Os romanos criaram a topiária, a arte de moldar cercas vivas, na Inglaterra do século VII. Isso adiciona altura e beleza a um jardim inglês enquanto o divide em seções. De acordo com Ursula Buchan, autora do livro "O jardim inglês" (tradução livre), "cercas vivas bem cuidadas em formas de cone, espirais ou animais permanecem como um forte elemento visual em jardins informais e também expressam a criatividade e senso de humor do dono".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível