Casamento: como lidar com um amor não correspondido

Escrito por sarah morgan | Traduzido por mariana mendonça
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Casamento: como lidar com um amor não correspondido
Amor não correspondido dói (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Se você sente que está dando muito mais do que recebendo em seu casamento, você pode estar no caminho rápido para a depressão, divórcio, ou um caso extra-conjugal. O site do The Healthcare Training Institute adverte que os cônjuges que experimentam o amor não correspondido precisam considerar "confrontar expectativas irreais sobre o amor e o casamento." Um cônjuge não pode satisfazer todas as suas necessidades emocionais, ou lhe dar seu propósito de vida. Com isto em mente, alguns indivíduos casados ​​realmente precisam aprender a lidar com amor não retribuído em seu casamento, que pode resultar de uma comunicação ruim ou de deficiências em mecanismos de defesa emocional.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Sente-se e escreva os casos específicos em que o seu cônjuge não conseguiu retribuir o seu amor. Por exemplo, se você trabalhou duro para criar uma refeição romântica e seu companheiro pegou o prato e sentou-se com ele em frente à TV, liste este incidente como um exemplo de afeição rejeitada. Ao lado de cada incidente específico na lista, anote como você se sentiu ao experimentar o amor não correspondido.

  2. 2

    Faça outra lista, desta vez de incidentes específicos em que você sentiu que sua demonstração de amor foi correspondida por seu cônjuge. Por exemplo, se quando você massageou os pés de sua esposa, sentiu que tinha toda sua atenção e carinho, liste este como um exemplo de amor correspondido. Liste como o amor correspondido fez você se sentir, ao lado de cada incidente.

  3. 3

    Analise suas listas e procure por um padrão nos diferentes tipos de demonstrações de amor que parecem atacar ou conquistar uma resposta de amor de seu cônjuge. Perceba que cada indivíduo recebe e dá amor de maneiras diferentes. O escritor e especialista em relacionamentos, Dr. Gary Chapman, relata que há cinco linguagens do amor primário: toque, palavras de afirmação, atos de serviço, presentes e tempo de qualidade.

  4. 4

    Tente demonstrar amor para o seu cônjuge, principalmente na linguagem do amor a que ele tenha respondido de uma maneira positiva no passado. Você pode se surpreender ao descobrir que quando você expressa o amor na linguagem principal do seu esposo, ele é capaz de receber o amor num nível mais profundo, o que resulta naturalmente em uma retribuição com demonstrações afetuosas de sua parte.

  5. 5

    Perceba também que o seu cônjuge pode estar tentando mostrar amor por você de maneiras que não são a sua principal linguagem de amor. Diga ao seu companheiro qual é a sua principal linguagem de amor e elogie-o quando ele o demonstra de uma forma que realmente toca você.

Dicas & Advertências

  • Seja paciente enquanto você e seu cônjuge se ajustam a novas formas de expressar o amor um para o outro. Levará algum tempo para trabalhar as manias e fazer o outro consciente de ser amado, em uma base diária.
  • Se você achar difícil perceber a principal linguagem de amor de seu cônjuge ou a sua, faça um teste de avaliação gratuito para ajudá-lo a se tornar consciente de suas linguagens primárias de amor.
  • Se este processo não melhorar sua situação conjugal, procure aconselhamento profissional, pois podem haver questões emocionais mais profundas que precisam ser trabalhadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível