Causas médicas de agressividade canina

Escrito por carl miller | Traduzido por carolina rico
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Causas médicas de agressividade canina
Algumas condições médicas podem causar a agressividade canina (husky dog on the beach image by Alx from Fotolia.com)

Agressividade canina pode ser um grande problema para donos de cães. Nenhum dono responsável quer que seu animal de estimação rosne ou morda crianças, amigos, vizinhos ou outros cães. No entanto, a agressividade canina é, muitas vezes, inevitável, especialmente se você não pegou seu cão enquanto ainda era filhote. As causas primárias de temperamento agressivo são socialização inadequada quando filhote e genética (alguns cães nasceram para serem agressivos). No entanto, existem algumas condições médicas que levam ao comportamento agressivo. Se seu cão é normalmente amigável, você deve levá-lo ao veterinário para fazer um diagnóstico caso ele comece a agir de forma agressiva.

Outras pessoas estão lendo

Encefalite

De acordo com o Colégio Universitário de Medicina Veterinária da Carolina do Norte, a encefalite "é uma das causas mais comuns de doença neurológica na medicina veterinária". Encefalite é, essencialmente, uma inflamação do cérebro e/ou da medula espinhal. Os sintomas variam dependendo da área do cérebro afetada. Alterações de comportamento, incluindo diversas formas de agressão; perda de coordenação, incluindo equilíbrio; depressão; convulsões; inclinação da cabeça, cegueira e paralisia facial são alguns dos sintomas mais comuns de encefalite. Existe uma variedade de causas subjacentes da inflamação no cérebro, incluindo diversas infecções fúngicas, como a febre do vale; doenças contraídas por carrapatos, como febre maculosa e a doença de Lyme; infecções bacterianas, como meningite, e doenças virais, como raiva e cinomose. Na verdade, a agressividade frequentemente associada a algumas destas doenças é causado pela encefalite. Doenças autoimunes também têm sido conhecidas como causa de encefalite. O tratamento geralmente envolve várias medicações, dependendo da causa específica da inflamação.

Disfunção da tireóide

Disfunção da tireóide é outra causa comum da agressividade em cães que vêm ganhando reconhecimento entre a comunidade veterinária nos anos mais recentes. Em cães com hipotireoidismo, a glândula de tireóide produz poucos hormônios T3 e T4, diminuindo as funções corporais; cães com hipertiroidismo produzem hormônios T3 e T4 em demasia, aumentando as funções corporais. Existem diversas causas de distúrbios de tireóide (geralmente genéticas) e, além de agressividade repentina e sem aviso, os sintomas incluem convulsões, desobediência anormal, extrema submissão, medo/nervosismo, hiperventilação, alergias incomuns/sensibilidades, doenças de pele/pelo e uma mudança geral de comportamento. O tratamento normalmente envolve diversos medicamentos, como esteroidais, para tireóide e antitireóide, dependendo do tipo de disfunção de tireóide.

Desequilíbrio químico

Assim como humanos, cães podem sofrer de desequilíbrio químico no cérebro. Assim como este desequilíbrio pode causar agressividade, depressão e vários distúrbios psicóticos em humanos, também pode levar cães a condições semelhantes. O resultado mais comum de um desequilíbrio químico canino é a depressão. Os sintomas podem incluir agressividade, ansiedade, perda de peso e apetite, quedas excessivas e uma mudança total de comportamento e temperamento. O tratamento pode envolver medicação, como fenobarbital, prozac e valium, assim como um tratamento de modificação de comportamento. Note que, o que parece ser um transtorno mental em seu cão, também pode ser o resultado de mudanças estranhas no ambiente ou do dono.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível