O que é esclerose nuclear canina?

Escrito por jennifer gittins | Traduzido por dimitrios meimaridis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
O que é esclerose nuclear canina?
Todos os cães apresentam a esclerose nuclear em algum momento de suas vidas (dog image by Renata Osinska from Fotolia.com)

Várias mudanças podem ocorrer conforme um cão envelhece. Os donos devem estar ciente de qualquer mudança física ou comportamental e informar o veterinário assim que notá-las, pois elas podem ser sinais de um problema de saúde simples ou, em casos piores, algo sério. A esclerose nuclear e catarata são duas condições comumente associadas aos cães. Embora esses problemas sejam similares na aparência, a esclerose nuclear é muito mais comum e muito menos ameaçador para um animal de estimação.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Ocorrendo geralmente em cães com mais de seis anos de idade, a esclerose nuclear é uma mudança física nas fibras do cristalino do olho do animal. Para a maioria dos cães, esta mudança afeta ambos os olhos. Embora raro, é possível que apenas um olho seja afetado. Com a esclerose nuclear, a lente do olho torna-se menos flexível e mais endurecida. A esclerose nuclear também é conhecida por outros nomes, como "olho velho" ou esclerose lenticular.

Sintomas

A esclerose nuclear é uma condição que produz uma tonalidade acinzentada no olho, o que faz com que ele aparenta estar nublado. Esse é provavelmente o único sintoma que o dono do animal notaria. Isto porque, em cães, a esclerose nuclear não causa cegueira. Ela também não causa qualquer dor ou desconforto para o cão, por isso, é improvável que o cão apresente alguma reação à mudança. No entanto, alguns animais podem enfrentar uma ligeira alteração na sua capacidade de ver pequenos detalhes em objetos, mas essa é uma mudança extremamente leve, uma mudança provavelmente imperceptível que pode ocorrer.

Diagnóstico

Um veterinário capacitado vai iluminar com uma lanterna os olhos do cão afetado. Ao fazer isso, ele será capaz de determinar se o cão está com cataratas ou simplesmente tem esclerose nuclear. Em cães com catarata a luz da lanterna não terá um reflexo. Enquanto casos com esclerose nuclear apresentaram um reflexo.

Tratamento

Não há tratamento disponível para a esclerose nuclear. Isto é principalmente porque a esclerose nuclear não é uma enfermidade de risco de vida, nem reduz significativamente a qualidade de vida para o cão. Portanto, não há necessidade de tratamento dessa condição ocular. A catarata, por outro lado, exige a remoção cirúrgica.

Prevenção

Não é possível evitar a ocorrência de esclerose nuclear em um cão. Embora a severidade da esclerose nuclear possa variar de um animal para outro, a doença ocorrerá em quase todos os cães à medida que eles envelhecerem, não importa qual a raça ou sexo do animal. Entretanto, os donos podem tornar a vida mais fácil para o cão, mantendo móveis alinhados e bloqueando o acesso do animal às escadas.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível