Como o comportamento dos pais afeta os filhos

Escrito por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como o comportamento dos pais afeta os filhos
O comportamento dos pais afeta as crianças (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

O comportamento dos pais afeta os filhos de uma forma que muitos desconhecem. No desenvolvimento cognitivo da criança, especialmente na chamada primeira infância, período que vai até os cinco ou seis anos de idade, a criança espelha inconscientemente o comportamento dos adultos. A propósito, o exemplo é uma das formas mais eficientes de educação. Ao ver o adulto tendo certo comportamento, a criança tende a imitá-lo já que entende que aquela ação é a correta. Por essa razão, é muito importante que os pais tenham em vista que o próprio comportamento pode marcar os filhos para sempre.

Outras pessoas estão lendo

Comportamento agressivo

Um dos comportamentos que a criança mais tende a imitar dos adultos é a agressividade. Jovens que vivem em um ambiente hostil tendem a se tornar violentos por ver na agressividade uma maneira eficiente de conseguir o que se deseja. Evitar um ambiente negativo dentro de casa, portanto, é fundamental para que os pequenos cresçam de modo saudável. Em vez de perder a cabeça nas situações do dia a dia, é melhor que o adulto atue com firmeza, mas sem ser agressivo. É importante deixar claro às crianças que não devemos agir com violência.

Aspectos genéticos

Até que ponto os traços comportamentais dos pequenos são passados pela genética? A Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos, realizou um estudo analisando o comportamento dos filhos adotados e comparando os resultados com os pais biológicos deles. Embora os fatores genéticos tenham influenciado de algum modo no comportamento dos pequenos, o aspecto determinante foi o meio em que as crianças viviam. Isso significa que crianças com propensão genética a comportamentos negativos eram mais tranquilas em famílias mais sociáveis. A mensagem dos pesquisadores foi de que os pais dão exemplos com suas próprias emoções e atitudes.

Quando é difícil dar o bom exemplo

No entanto, nem sempre é possível prover os filhos de bons exemplos. Pais também são seres humanos e erram. Muitas vezes, a criança será exposta a exemplos negativos. Os pais podem perder a cabeça ou expor suas próprias fraquezas em situações de estresse e ansiedade, por exemplo. Nesses casos, é preciso explicar para a criança que todos nós temos limitações e que é importante trabalhar sempre para superar quaisquer comportamentos indesejáveis ou incompatíveis. É uma boa oportunidade para explicar que todos nós podemos falhar de vez em quando.

Bons hábitos

O bom exemplo dos pais é responsável por uma série de benefícios que acompanharão a criança para sempre. Afinal, muitos dos hábitos que cultivamos em nossa vida adulta tiveram origem na infância. Assim, é importante que os pais disponham de hábitos saudáveis como a leitura, por exemplo. Esse é um método eficaz para despertar o desejo pelo conhecimento nos pequenos. Outro exemplo de hábito saudável é a alimentação. Pais que comem saladas, frutas e verduras acabam estimulando, mesmo involuntariamente, os filhos a desenvolver gosto por refeições balanceadas. É um método que funciona melhor do que simplesmente ficar pressionando os pequenos a comer determinado alimento.

Como o comportamento dos pais afeta os filhos
Os bons hábitos começam cedo (Digital Vision./Photodisc/Getty Images)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível