Condições de luz para aspargos-samambaia

Escrito por irum sarfaraz | Traduzido por kauan benthien pereira macedo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

O aspargo-samambaia (Protasparagus densiflorus) é uma planta perene que fica verde o ano inteiro, membro da família do lírio, e não é uma samambaia de verdade. Também conhecida como asparguinho-de-jadim ou melindre, a planta é nativa da África do Sul. Ela também é classificada pelo Conselho de Plantas e Pestes Exóticas da Flórida como erva daninha em algumas áreas em razão da facilidade de propagação. O aspargo-samambaia possui condições de cultivo especificas, que incluem iluminação apropriada.

Outras pessoas estão lendo

Descrição

O aspargo-samambaia é semilenhoso em sua forma e tem suaves ramos verdes que crescem para cima. Os ramos têm um comprimento potencial em torno de 1,8 m, e altura de até 60 cm. A folhagem fina nos ramos dá à planta uma aparência macia e fofa. A planta floresce por um curto período no verão com flores rosas ou brancas de suave fragrância. Ela possui frutos vermelhos, contendo três sementes por fruto.

Necessidade de luz

Para ter um crescimento melhor, coloque o aspargo-samambaia em uma área de sombra parcial ou luz brilhante. A planta também prospera na sombra. O aspargo-samambaia que é bem irrigado pode tolerar períodos de pleno sol também. No entanto, a brilhante luz indireta é ideal para o crescimento dela, segundo recomenda Denny Schrock no livro "Ortho Home Gardener’s Problem Solver".

Sinais de iluminação insuficiente

Apesar do aspargo-samambaia ser tolerante com a sombra, níveis extremamente baixos de luz podem ser prejudiciais para as plantas. A luz é uma fonte de energia, e uma quantidade insuficiente afeta a saúde da planta. O dano é visto na forma de amarelamento das folhas e descoloração que se inicia nas folhagens mais antigas, crescendo da base até a ponta. Há queda de folhas, e os caules começam a afinar e enfraquecer, muitas vezes dobrando em direção à fonte de luz. O centro da planta às vezes morre completamente. Para reduzir os danos, mova a planta gradualmente para uma área com luz mais forte.

Sinais de iluminação excessiva

Os sintomas de sol excessivo nos aspargos-samambaia aparecem normalmente quando a planta é exposta ao sol mas não é irrigada. Isso causa queimaduras de sol, que podem ser vistas como manchas marrons ou de queimadura. A folhagem fica mais leve e algumas vezes ganha coloração cinza. Às vezes, a planta mantém a cor, mas o crescimento pode ter problemas. A queimadura de sol ocorre quando a clorofila do tecido da folha é danificada. Coloque o aspargo-samambaia fora da luz direta do sol para reduzir os danos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível