×
Loading ...

Conheça os famosos que assumiram a homossexualidade

Getty Images

Introdução

Tudo bem que ninguém tem nada com isso. Mas ter de esconder a sexualidade deve ser um tanto quanto opressor. Principalmente para pessoas públicas, expostas a todo o tipo de julgamento e também ao preconceito. Celebridades de diversas áreas tiveram a coragem de assumir a homossexualidade e, certamente, ganharam admiradores e causaram furor. Mas o mais importante é celebrar e respeitar a diversidade e ser feliz!

Frederick M. Brown/Getty Images Entertainment/Getty Images

Zachary Quinto

O ator ficou famoso com o personagem Sylar, da série "Heroes" e como o Spock da última versão cinematográfica de "Star Trek". Quinto assumiu ser gay publicamente em 2011, em uma entrevista para a publicação americana New York Magazine. “Ficou claro para mim que ter uma vida gay sem reconhecê-la publicamente não é suficiente para fazer uma contribuição significante ao imenso trabalho que temos pela frente para uma completa igualdade”, justificou.

Mike Coppola/Getty Images Entertainment/Getty Images

Ricky Martin

Uma das personalidades que mais “causou” quando saiu do armário foi o cantor Ricky Martin. O ex-menudo assumiu em uma carta aberta ao público que estava escrevendo memórias e percebeu a importância e o alívio de não precisar esconder ser gay. "Hoje eu aceito a minha homossexualidade como um presente que a vida me dá. Sinto-me abençoado por ser quem eu sou!", afirmou o astro em seu site.

Jason Merritt/Getty Images Entertainment/Getty Images

Lance Bass

O ex-integrante do N´Sync causou furor entre fãs (predominantemente, garotas) ao assumir, em 2006, sua homossexualidade em entrevista à revista americana People. Bass confessou sentir uma pressão enorme e estar sempre preocupado com uma possível “descoberta”. Ele afirmou saber ser gay desde criança e disse não se sentir envergonhado por isso. O cantor apenas lamentou o fato de sua mãe descobrir a sua orientação sexual pela internet.

Dimitrios Kambouris/Getty Images Entertainment/Getty Images

Anderson Cooper

O jornalista Anderson Cooper, um dos principais âncoras da rede de televisão americana CNN, nunca escondeu sua orientação sexual de amigos e familiares, mas, publicamente, só assumiu ser gay em julho de 2012. O jornalista que cobriu a guerra no Iraque e o furacão Katrina, entre outros fatos importantes, afirmou passar a impressão - errada - de estar tentando esconder alguma coisa ou de estar desconfortável, envergonhado ou até amedrontado. “Simplesmente, não é verdade. O fato é que sou gay, sempre fui, sempre serei", afirmou.

Frazer Harrison/Getty Images Entertainment/Getty Images

Jim Parsons

O intérprete de Sheldon Cooper da série "The Big Bang Theory" assumiu publicamente ser gay em uma entrevista concedida ao jornal The New York Times. Ele afirmou ainda ter um relacionamento há 10 anos. O ator não entrou em detalhes e foi muito sutil, mas, mesmo assim, causou burburinho com a revelação.

TV Globo / Raphael Dias

José de Abreu

O veterano ator, que encarnou o personagem Nilo na prestigiadíssima novela "Avenida Brasil", revelou ser bissexual ao participar de uma discussão no Twitter em que defendeu homossexuais de ataques preconceituosos. "Eu sou bi-sexual e daí? Posso escolher quem eu beijo?" (sic), declarou o ator. Ele também contou por meio do microblog ter se apaixonado por uma mulher bissexual em 1989, com quem viveu por nove anos.

Chris Jackson/Getty Images Entertainment/Getty Images

George Michael

O cantor “saiu do armário” em 1998 em uma situação nada amistosa. Ele foi forçado a assumir ser gay após ser detido por assediar um policial num banheiro público. George Michael falou publicamente diversas vezes sobre sua homossexualidade e tornou-se um ícone do mundo gay. Ele já declarou ter mantido relações sexuais com mais de 500 homens e inclusive namorou o empresário brasileiro Anselmo Fellepa, a quem dedicou uma de suas mais belas canções: “Jesus to a child”.

Frazer Harrison/Getty Images Entertainment/Getty Images

Sean Hayes

Em 2012, o ator Sean Hayes, do seriado "Will and Grace", falou publicamente sobre sua orientação sexual em uma entrevista à revista The Advocate. Segundo ele, seus motivos para demorar a assumir ser gay foram puramente profissionais. O ator tinha medo de diminuir as chances de pegar papéis heterossexuais. "Quando faço um personagem gay, tento ser o mais verossímel possível. E, quando interpreto um cara hétero, também quero parecer o mais natural possível. Então, quanto menos as pessoas souberem sobre minha vida pessoal, mais eu vou convencer com meus personagens", afirmou.

Bryan Bedder/Getty Images Entertainment/Getty Images

Rob Halford

Um dos ícones do heavy metal, o líder da banda Judas Priest, Rob Halford chamou a atenção ao assumir sua homossexualidade em 1998, algo fora do comum entre artistas desse gênero musical. Na época, ele afirmou ter sido muito bem aceito pelos fãs do metal (com fama de serem homófobos). "Existe essa tolerância dos metalheads, que pensam que temos de permanecer unidos, não importa o que aconteça", afirmou Halford.

TV Globo / Zé Paulo Cardeal

Ney Matogrosso

O cantor Ney Matogrosso contou em entrevista à revista Rolling Stone que descobriu ser gay e poder se relacionar com alguém do mesmo sexo na Igreja Católica, mais precisamente quando fez primeira comunhão. “No confessionário, o padre me perguntou se eu havia feito saliência com meninas. Respondi que não. Ele perguntou: E com meninos? Então me perguntei: E pode?”, revelou. Ele já declarou ter sido um milagre não ter contraído o vírus HIV por ser de uma época em que o sexo era livre e ninguém falava em preservativo. Ney também revelou ter namorado o cantor Cazuza, que ele considera ter sido seu grande amor.

Andrew H. Walker/Getty Images Entertainment/Getty Images

Michael Stipe

O vocalista da cultuada banda REM, Michael Stipe, declarou ser gay em 2008, em entrevista à revista americana Spin. Embora ele já tivesse dado pistas sobre sua homossexualidade numa outra entrevista concedida à revista Time, em 2001. Ele se definiu como um “artista gay”, mas ressaltou o fato de não querer ser rotulado como hétero, gay ou bissexual. Segundo Stipe, sua decisão de “sair do armário” teve como intuito encorajar outros jovens gays a assumir sua homossexualidade.

TV Globo / Renato Rocha Miranda

Mateus Nachtergaele

O ator Mateus Nachtergaele, conhecido pela irreverência e papéis marcantes como Dunga, do filme "Amarelo Manga" e o Padre Miguel, de "A Muralha", é declaradamente homosexual. “Não me protejo nada, sou muito aberto. Sou muito mais exposto do que você pode imaginar. Sou tudo aquilo que você já viu. Sou o amarelinho desdentado, sou o travesti dos anos 1940, sou o matador, sou o homofóbico, sou o gay”, declarou o ator em sua participação em setembro de 2009, no Programa "Irritando Fernanda Young", do canal a cabo, GNT.

Roger Kisby/Getty Images Entertainment/Getty Images

T.R. Knight

O astro de "Greys’s Anatomy" T.R. Knight, que viveu o Dr. George O’Malley na série, saiu do armário em 2006. O ator enviou uma nota para a redação da revista americana People onde assumia a homossexualidade. "Enquanto eu preferir manter minha vida pessoal privada, espero que o fato de eu ser gay não se torne a parte mais interessante sobre mim", declarou o ator.

Jason Merritt/Getty Images Entertainment/Getty Images

Christian Chávez

O ex-integrante da banda mexicana RBD causou furor entre suas fãs ao assumir ser homossexual, em 2007. Na época, ele publicou uma carta no site da banda revelando ser gay. Acredita-se que Chávez decidiu abrir sua orientação sexual após a veiculação de fotos em que estaria com seu suposto companheiro.

Omar Tobias Vega/Getty Images Entertainment/Getty Images

Matt Bomer

O ator das séries "White Collar" e "Glee", Matt Bomer, declarou-se homossexual durante a premição Steve Chase Humanitarian Awards, no início de 2012. Ele recebeu o prêmio de Nova Geração de Artistas e Ativistas pelo seu trabalho contra a AIDS. Na premiação ele agradeceu o amor incondicional do namorado e dos filhos. Porém, anteriormente, Bomer ignorou questionamentos sobre sua vida sexual. “Eu não ligo para os boatos. Eu sou completamente feliz e preenchido na minha vida pessoal”, declarou à revista Details alguns meses antes de assumir gay.