Como criar um gráfico de densidade no Microsoft Excel?

Escrito por jackie lohrey | Traduzido por felipe oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como criar um gráfico de densidade no Microsoft Excel?
Densidade define a relação entre massa e volume (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Gráficos de densidade são boas alternativas para exibir resultados de uma equação de densidade "densidade = massa/volume". A solução é exibida em um sistema linear, com massa no eixo y e volume no x. Criá-los no Microsoft Excel não é difícil, porém requer um pouco de atenção para completar o cálculo e criar o gráfico corretamente. Comece digitando os valores de densidade em duas colunas de uma planilha, com os valores y na da esquerda e x, direita. A seguir, crie e formate o gráfico de densidade.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Microsoft Excel 2010

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Selecione as duas colunas da planilha que contêm os dados do gráfico e clique na aba "Inserir" no menu principal do Excel.

  2. 2

    Faça um gráfico do tipo "Dispersão somente com marcadores" selecionando "Dispersão" na aba "Gráficos". Esta é a melhor opção para gráficos de densidade, não apenas por comparar dois valores, mas porque cada par representa uma medida separada.

  3. 3

    Clique com o botão direito em qualquer parte do gráfico e escolha "Selecionar dados...". O menu "Selecionar Fontes de Dados" será aberto e apenas "Série1" aparecerá na coluna à esquerda "Entradas de legenda (Série)".

  4. 4

    Selecione "Série1" e clique no botão "Editar" para fechar a janela, abrir uma nova, "Editar Série", e habilitar as "Ferramentas de gráfico" na barra de ferramentas. Verifique se os valores para massa estão no eixo y e os de volume estão no x.

  5. 5

    Localize e abra a lista "Layout de Gráfico" clicando na seta para baixo da terceira seção a partir da esquerda, na barra de ferramentas. Selecione o Layout 9.

  6. 6

    Dê um duplo clique em "Título do Gráfico" para mudar o seu nome para algum mais apropriado. Renomeie também os títulos dos eixos, clicando e substituindo por: y - Massa (g); x - Volume (ml). As unidades de medidas podem ser trocadas de acordo com a magnitude de seu cálculo.

  7. 7

    Desenhe uma linha reta, chamada de linha de tendência, clicando com o botão direito em qualquer ponto dos dados e selecionando "Adicionar Linha de Tendência...".

  8. 8

    Selecione "Linear" em "Tipo de Tendência/Regressão", verifique a caixa ao lado de "Definir Interseção" e zere o valor, caso não esteja. Isto irá assegurar que a linha de tendência fique o máximo ajustada possível aos seus dados. O Excel irá exibir a equação usada no gráfico junto de seu valor R-quadrado. Desmarque estas opções caso não queira exibir as informações.

  9. 9

    Faça os ajustes finais em seu gráfico através das opções "Formatar Eixo" e "Formatar tamanho", as quais irão permitir mudanças na espessura e cor das linhas, tal qual aumento do tamanho do gráfico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível