As descobertas de Ernest Rutherford

Escrito por katina blue | Traduzido por beatriz palma
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As descobertas de Ernest Rutherford
Ernest Rutherford é responsável por várias contribuições importantes com o campo da física (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

Ao longo dos séculos, vários cientistas contribuíram significativamente com o campo da física. Um desses inventivos contribuidores foi Ernest Rutherford, físico experimental e ganhador do prêmio Nobel da Nova Zelândia. Ele fez várias descobertas que mudaram o modo como olhamos para alguns conceitos, como a radiação e o poder nuclear, e desenvolveu muitas das terminologias hoje utilizadas.

Outras pessoas estão lendo

Contexto

Ernest Rutherford nasceu em 1871 na Nova Zelândia, filho de donos de uma fazenda bem sucedida em Nelson, um pequeno vilarejo. Desde pequeno, ele e seus onze irmãos ajudaram os pais com os serviços da fazenda, mas, mais tarde, Rutherford ganhou uma bolsa de estudos para a faculdade, se formou em ciência e foi estudar na Universidade de Cambridge, na Inglaterra. Lá ele conheceu outros grandes contribuintes da física, como J. J. Thompson, descobridor do elétron, e se dedicou a estudar e testar vários conceitos atômicos.

1901

Em 1901, Rutherford, ao lado de seu amigo Frederick Soddy, um físico, conseguiu provar que átomos de um elemento radioativo específico conseguia se transformar em outro elemento instantaneamente. Para testar sua teoria, ele fez com que uma pequena quantidade do átomo fosse ejetada à força para a atmosfera, em alta velocidade. Até que ele provasse a teoria, a maioria dos cientistas acreditava que átomos não eram capazes de passar por uma divisão.

1909

Em 1909, Rutherford descobriu que todos os átomos possuem um núcleo, um centro ao redor do qual as outras partes giram. Então, ele criou um modelo similar ao do sistema solar, que mostra como os planetas circundam o Sol, para demonstrar como as partes de um átomo orbitavam ao redor do núcleo. A comunidade de físicos aceitou e adotou esse modelo, especialmente depois que Niehls Bohr, um renomado físico dinamarquês, o aperfeiçoou usando teorias quânticas.

Primeira Guerra Mundial

Durante a Primeira Guerra Mundial, Rutherford continuou seus estudos em laboratório, fazendo descobertas a respeito das cargas positivas e negativas dos átomos. Rutherford notou que a remoção de uma partícula de um átomo não-radioativo causava sua desintegração. Por ter percebido que a partícula removida tinha carga positiva e vinha diretamente do núcleo do átomo, ele nomeou sua partícula recém-descoberta de próton. Como resultado de suas descobertas sobre o próton, ele se tornou o primeiro humano a produzir uma reação nuclear a partir de uma reação fraca.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível