Desvantagens de derrubar a floresta tropical

Escrito por annie taylor | Traduzido por celina halchuk dos santos dei tos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Desvantagens de derrubar a floresta tropical
A destruição de florestas prejudica os ecossistemas e o meio ambiente. (Ryan McVay/Lifesize/Getty Images)

A floresta é alta e densa, cheia de inúmeras espécies de plantas e animais. A palavra incontável é apropriada, pois pouco da flora e da fauna de florestas tropicais do mundo foram contabilizadas. Mesmo que as florestas tropicais sejam enormes, elas estão sendo cortadas tão rapidamente que podem desaparecer antes de nós termos a chance de explorá-las totalmente.

Outras pessoas estão lendo

Efeitos sobre o solo

Há diferentes maneiras de diminuir as florestas tropicais do mundo. Uma maneira é cortar e queimar as plantas e as árvores, que liberam minerais no solo que os agricultores utilizam para que suas próprias colheitas cresçam. A chuva lava os nutrientes, e depois da colheita já não crescem por três a 20 anos. Outra forma de destruir a floresta é através da agricultura intensiva, como a necessidade de cultivar bananas. Isto exige a construção de sistemas de irrigação com tubos e valas. Ela também requer a utilização de pesticidas, que se infiltram no solo e matam os organismos da floresta. A criação de gado provoca 72% do desmatamento do mundo porque as vacas pastam na grama cultivada em florestas desmatadas por alguns anos antes de passar para a próxima área. A carne produzida é muito pouca em comparação com a grama e florestas utilizadas. A perda dessa vegetação torna o solo vulnerável à erosão e à lixiviação, fazendo com que a chuva "lave" o solo, retirando nutrientes e tornando difícil tanto para as colheitas crescerem quanto a floresta voltar a crescer ao longo de décadas ou centenas de anos.

Efeitos sobre povos Indígenas

As tribos de pessoas viveram em florestas ao longo dos séculos. O corte das florestas tropicais tem forçado os povos indígenas a saírem da terra que seus antepassados ​​viveram e morreram. A destruição da floresta expôs essas pessoas para um mundo que não conheciam. Suas culturas estão desaparecendo à medida que tentam se integrar com o mundo moderno. As pessoas que vivem nas florestas têm baixa imunidade a doenças infecciosas devido à falta de exposição a outros seres humanos, e muitos, portanto, morreram de doenças transmissíveis de pessoas do mundo lá fora.

Efeitos sobre a biodiversidade

A floresta é o lar de cerca de 30 milhões de espécies de animais, cerca de dois terços do conjunto genético do mundo inteiro. Ela está sendo destruída a um ritmo de 150 hectares por minuto, tão rapidamente que as plantas com propriedades curativas medicinais podem ser extintas antes de termos a chance de descobri-las.

Efeitos sobre o clima e o aquecimento global

O desmatamento envolve o corte e a queimação de árvores. Sem árvores, menos de dióxido de carbono é convertido em oxigênio; pela queima da madeira, mais dióxido de carbono é produzido. O dióxido de carbono é um dos gases do efeito estufa, que são responsáveis ​​pelo aquecimento global. A diminuição das florestas também provoca evapotranspiração e transpiração das plantas, causando um aumento na secura do ar. Esta mudança no clima não pode suportar o crescimento das florestas tropicais, mas sim florestas secas e as savanas florescentes.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível