Devo colocar peso na parte de trás de um carro com tração traseira?

Escrito por richard rowe | Traduzido por guilherme maluf
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Devo colocar peso na parte de trás de um carro com tração traseira?
Saiba seu uso antes de decidir por uma estratégia com lastro (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Colocar lastro é uma das técnicas mais antigas em corridas; por mais que isso seja superado por suspensões modernas e engenharia de pneus, ainda há lugar para certas aplicações e em categorias de corrida que requerem um peso mínimo para correr. Onde você coloca o lastro é tão importante quanto a quantidade que você usa, ou mais em alguns casos. Engenharia de chassi não é uma ciência simples, mas essas dicas sobre lastro vão te ajudar a decidir onde e quão pesado seu lastro deve ser, e se você deve usar algum ou não.

Outras pessoas estão lendo

Básico sobre tração

A tração do pneu aumenta efetivamente com a massa sobre ele. Idealmente, todos os carros no mundo usariam tração nas 4 rodas, esterção também nas 4 e exatos 25% da massa do carro sobre cada pneu. Isso distribuiria, hipoteticamente, a tração perfeitamente para os 4 pneus, garantindo que nenhum esteja carregado demais ou de menos quando em repouso. No entanto, automóveis não funcionam em um contexto de repouso; movimentos em quaisquer direções mudam como tudo funciona.

Transferência de peso

A aceleração faz com que o peso do carro seja transferido para a parte traseira, frenagens mudam o peso para frente e curvas levam o peso para os pneus de fora da curva. Carros com tração traseira têm seu melhor desempenho na aceleração, quando o peso passa para trás e empurra o pneu traseiro contra o chão. Para decidir se deve ou não colocar lastro na traseira do seu carro, você deve determinar quais seus objetivos principais. Adicionar peso na traseira pode ajudar na aceleração, mas pode não ajudar o carro em outras circunstâncias.

Posição do lastro - Lateral

Onde você coloca o lastro tem grande impacto em como ele vai afetar a dinâmica do chassi durante a transferência de carga. Pilotos de arrancada normalmente colocam a bateria do carro no porta malas, bem em cima de um dos pneus traseiros. Por causa da direção da rotação do eixo, o chassi sempre vai envergar para um lado ou outro. Um eixo cardã que gira no sentido horário (quando visto pela frente) vai inclinar o chassi para o lado do motorista e tentar levantar o pneu traseiro do lado do passageiro; um cardã que gira no sentido anti-horário levantará o pneu do lado do motorista. Colocar peso no lado em cima do pneu que será levantado vai proporcionar um pouco mais de tração na arrancada, ajudando a mantê-lo no solo.

Posição do lastro - Longitudinal

A posição do lastro entre a frente e a traseira é muito importante. Peso alocado atrás do eixo traseiro terá um efeito muito maior na tração traseira do que se colocado diretamente sobre ele. No entanto, isso também vai fazer a carroceria agir como uma gangorra e tentar levantar os pneus dianteiros. Imagine: pode empinar. Peso diretamente sobre o eixo não aumentará tanto a tração traseira, mas reduzirá a elevação frontal. Quanto mais perto do centro do entre-eixos do carro, menos ele vai ajudar na tração traseira e menos impacto terá sobre a frontal.

Posição do lastro - Vertical

Um lastro colocado próximo ao eixo vai aumentar a tração traseira por causa do peso, enquanto que um em uma posição mais elevada atuará como alavanca para levar mais peso da frente. Pense no lastro como uma mão no final de uma alavanca conectada ao meio do eixo traseiro. Quanto maior a alavanca, mais fácil será para levantar a frente do carro para cima e transferir seu peso para a traseira. Simplificando, colocar o peso mais alto permitirá que o peso mude mais rapidamente da frente para trás durante a aceleração e para frente durante uma frenagem. Também vai fazer com que a traseira escape mais durante curvas e vai aumentar o tempo que ela demora para estabilizar novamente.

Momento polar de inércia

O momento polar de inércia é um fator muito importante quando se trata de posicionar o lastro. Momento polar é a distância da massa do carro de seu centro de rotação (ou centro de gravidade). Imagine segurar uma bola de boliche de 5 kg perto do seu peito e girar o corpo rapidamente no sentido horário; parar rapidamente e girar anti-horário. Como a bola está bem perto de seu centro de rotação, você consegue mudar de velocidade rapidamente. Agora, imagine segurar a bola com os braços esticados e fazer a mesma coisa. É provável que você torça a coluna se tentar mover muito rápido. A mesma lógica se aplica ao carro - quanto mais perto do centro de gravidade você coloca o peso, mais rapidamente o carro conseguirá mudar sua direção e a transição de aceleração para desaceleração, e vice-versa, será mais suave.

Isso tudo se resume a

Com todo o resto mantido, peso é quase sempre o arqui-inimigo da performance. Aumentar o peso do carro força o chassi e o motor a trabalharem mais para manter o controle e exige pneu maiores para distribuir mais uniformemente o peso no chão. Mudança de peso de um lado para outro é aceitável se aquele peso deve estar lá de qualquer maneira (como o exemplo da bateria acima), mas adicionar peso costuma ser prejudicial para a performance como um todo. Tendo isto esclarecido, um pouco de lastro pode ajudar em situações com tração limitada onde maior aceleração e controle e frenagens medianas são mais importantes do que frenagem total ou dirigibilidade avançada. Como exemplos, temos corridas fora de estrada e de derrapagem ("drift") onde os pneus vão perder tração várias vezes durante manobras e frenagens de qualquer jeito e corridas de arrancada onde o peso do veículo, dirigibilidade e freios são muito menos importantes do que potência, aderência na aceleração e perfil aerodinâmico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível