O que devo comer se eu tiver aderências abdominais?

Escrito por don amerman Google | Traduzido por carolina rico
O que devo comer se eu tiver aderências abdominais?

O que devo comer se eu tiver aderências abdominais

Stockbyte/Stockbyte/Getty Images

Aderências abdominais são faixas de tecido cicatricial que formam-se entre os tecidos da cavidade abdominal e os órgãos dentro dela, fazendo com que ambos fiquem juntos. Embora a condição seja geralmente assintomática, de acordo com o órgão americano National Digestive Diseases Information Clearinghouse (NDDIC), as aderências podem ser uma fonte de dor crônica e levar a obstrução intestinal. A única cura é por cirurgia, mas uma dieta restritiva pode ajudar a diminuir os sintomas no caso de uma obstrução intestinal.

Outras pessoas estão lendo

Causas

A causa mais comum de aderências abdominais, de acordo com Artna InteliHealth, é a cirurgia abdominal invasiva quando os órgãos na cavidade abdominal são temporariamente movidos de suas posições normais para facilitar o procedimento. A condição também pode aparecer como uma complicação de endometriose ou peritonite. A primeira é uma condição na qual o tecido que reveste o útero se desenvolve em outras partes do corpo, causando sagramento, dor, e possivelmente infertilidade. A peritonites é uma inflamação da membrana que reveste a cavidade abdominal e cobre os órgãos vitais.

Sintomas

Para muitos pacientes, a aderência abdominal não produz nenhum sintoma, de acordo com o site Aetna InteliHealth. No entanto, o NDDIC diz que as aderências, às vezes, causam uma obstrução intestinal, se torcer ou tirar os intestinos do lugar. Os sintomas dessa complicação de aderência podem incluir constipação, distensão abdominal, vômitos, cólicas, dor abdominal intensa, inchaço abdominal, inabilidade de passar gases e ruídos intestinais altos. Uma obstrução intestinal completa é uma emergência médica e geralmente precisa de intervenção cirúrgica imediata para ser corrigida.

Alimentar-se de forma sensata

Se você foi diagnosticado com aderência abdominal e estiver esperando a cirurgia para corrigi-la ou se tiver uma obstrução intestinal parcial, você deve ter cuidado com o que come. Para aqueles com obstrução intestinal parcial, o NDDIC recomenda uma dieta de líquidos ou uma com poucos resíduos. Esse também pode ser um caminho inteligente para qualquer um com aderência, pois minimiza a possibilidade de desenvolver uma obstrução intestinal.

Alimentos permitidos

Os alimentos permitidos em uma dieta de poucos resíduos, de acordo com o site "MayoClinic.com", inclui sopas à base de caldo que foram coadas; a maioria dos produtos lácteos, incluindo manteiga, leite, iogurte, sorvete e molhos à base de creme e sopas coadas; ovos, mel, geleia e xarope. Também são permitidos sucos de frutas e legumes sem sementes ou polpa; margarina, maionese, óleos e molhos suaves para salada, arroz branco, peixes, carnes ou aves. Embora os produtos lácteos mencionados acima sejam permitidos, é recomendável que o consumo diário seja limitado a dois copos ou menos.

Alimentos a evitar

O site "MayoClinic.com" recomenda que os seguintes alimentos sejam evitados enquanto estiver em dieta de poucos resíduos: alimentos de grãos integrais, incluindo pães, cereais e massa; frutas inteiras e vegetais; almoços de carne ou queijo com sementes; carnes duras ou gordurosas, nozes e sementes; sorvete, pudim, iogurte ou sopas à base de creme que contenham pedaços de nozes, frutas ou legumes; marmelada e manteiga de amendoim.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2015 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media