Saúde

Diagnóstico de artroplastia total de tornozelo

Escrito por jeannette hartman | Traduzido por marina pastore
Diagnóstico de artroplastia total de tornozelo

A junta do tornozelo não somente apoia o peso do corpo; ela permite uma amplitude complexa de movimentos

x-ray image by Claudio Calcagno from Fotolia.com

A reposição total de tornozelo (ou artroplastia) é um dentre muitos tratamentos possivelmente prescritos quando o paciente tem artrite reumatoide do joelho ou um tornozelo seriamente lesionado. A artroplastia repõe osso e cartilagem com uma junta artificial feita de metal e plástico. A reposição de tornozelo só é feita quando drogas analgésicas, fisioterapia, mudanças no estilo de vida, apoios, sapatos especiais ou outros tratamentos já falharam em aliviar a dor severa e limitações de movimento.

Diagnósticos

Uma das razões mais comuns para uma reposição total de tornozelo é a artrite reumatoide. Outros quadros que podem pedir uma artroplastia total incluem a osteoartrite, uma fratura óssea severa ou complicações de uma cirurgia anterior no tornozelo. Sintomas destes quadros incluem dores severas e dificuldades de mobilidade na junta do tornozelo. Como o tornozelo tem uma junta que aguenta muito peso, estes quadros podem tornar difícil a vida cotidiana de um paciente.

Artroplastia do tornozelo

Uma reposição total do tornozelo envolve a remoção de cartilagem e ossos danificados da junta. Os ossos da junta devem ser re-moldados para que se encaixem na junta artificial. Eles incluem o osso grande (tíbia) e o pequeno (fíbula) do calcanhar e o osso do pé (tálus), em que a tíbia e a fíbula repousam. A junta artificial é então ligada aos ossos. Parafusos podem ser inseridos em ambas, ou um enxerto ósseo pode ser feito para mais estabilidade.

Alternativas

De acordo com uma declaração de posicionamento de 2003 feita pela American Orthopaedic Foot and Ankle Society, a artroplastia total do tornozelo deve ser considerada como uma dentre muitas opções, que incluem o alisamento das superfícies em que os ossos se encontram (desbridamento) ou fundir os ossos da junta do tornozelo, remover ossos e procedimentos que tentarão restaurar o osso e a cartilagem do tornozelo. A melhor maneira dependerá do paciente, de seu estilo de vida e da condição da junta.

Candidatos

Os melhores candidatos para reposição total do tornozelo são aqueles com mais de 50 anos, que não estão acima do peso e não são extremamente ativos. É possível escalar, andar de bicicleta ou mesmo esquiar depois de uma reposição total de tornozelo, mas pessoas que costumam correr ou executar trabalhos pesados não são boas candidatas para a operação. Diabéticos, portadores de problemas nos nervos nas pernas ou pacientes com má circulação também não são bons candidatos.

Resultados

Uma reposição total de tornozelo durará por aproximadamente dez anos. Mesmo que consiga recuperar alguma amplitude de movimentos da junta, ela não a recupera totalmente. Reposições totais do tornozelo tendem a ser menos bem sucedidas que suas equivalentes de quadril ou joelho. Pessoas que passam pela artroplastia total do tornozelo têm mais chances de desenvolver infecções a partir da junta artificial ou requerer outras cirurgias por conta de complicações.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media