Diagnóstico de infarto cerebral

Escrito por jennifer s. wright | Traduzido por josciel sousa
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diagnóstico de infarto cerebral
Os diagnósticos por imagem ajudam a descobrir um derrame (John Foxx/Stockbyte/Getty Images)

Um infarto cerebral, também chamado de derrame ou AVC, ocorre quando o fluxo sanguíneo para o cérebro é bloqueado ou reduzido, causando a morte das células cerebrais. Essa condição é uma emergência médica e o tratamento precoce minimiza as lesões e as complicações. Um infarto cerebral é diagnosticado baseado nos fatores de risco, presença de sinais e sintomas, exame físico e por imagem.

Outras pessoas estão lendo

Tipos

Os tipos diferentes de derrame são isquêmico, hemorrágico e uma ataque isquêmico transitório. Um derrame isquêmico é o tipo mais comum de derrame e ocorre devido a um fluxo sanguíneo severamente reduzido causado por um coágulo sanguíneo ou por uma artéria entupida. Um derrame hemorrágico é o resultado de uma vaso sanguíneo rompido ou com vazamento no cérebro. Esse tipo de derrame é causado por hipertensão arterial descontrolada e por aneurismas. Um ataque isquêmico transitório, também chamado de miniderrame ou AIT, é uma redução temporária do fluxo sanguíneo para o cérebro e dura apenas alguns minutos.

Riscos

Os fatores de risco de um derrame incluem idade acima de 55 anos de idade, hipertensão arterial, altos níveis de colesterol ou homocisteína, tabagismo, diabetes, obesidade, doença cardiovascular, histórico pessoal ou familiar de derrame ou AIT, uso de pílulas anticoncepcionais ou outras terapias hormonais, consumo intenso de álcool e uso de drogas ilícitas. De acordo com a Mayo Clinic, mulheres morrem com derrame mais frequentemente do que homens e os afro-americanos possuem maiores chances de ter um derrame do que as demais etnias.

Sinais e sintomas

Os sinais e sintomas de um infarto cerebral incluem desmaios, perda de equilíbrio e de coordenação, fala mal articulada, paralisia ou dormência em um lado do corpo, visão turva ou dupla e uma cefaleia repentina e severa. Além disso pode ocorrer uma cefaleia incomum que pode ser acompanhada por rigidez do pescoço, dor entre os olhos, dor facial, vômitos e perda da consciência. Um AIT, que dura desde vários minutos até 24 horas, é um sinal potencial de um derrame iminente, mas geralmente um derrame não dá nenhum aviso.

Exame físico

O diagnóstico de um infarto cerebral é baseado nos fatores de risco, em um exame físico para checar seu estado mental e físico, uma aferição da pressão arterial e em perguntas relacionadas à presença e duração dos sintomas. O seu médico pode realizar testes sanguíneos para checar os níveis de colesterol e homocisteína e um hemograma completo.

Testes de imagem

O seu médico poderá pedir testes de imagem para diagnosticar um derrame. Um exame radiológico permite que ele veja as estruturas corporais internas. Os exames usados para diagnosticar um derrame incluem um ultrassom de carótida para mostrar algum estreitamento das artérias carótidas, uma arteriografia para produzir imagens de raio-X das artérias, uma angiografia com tomografia computadorizada, que fornece uma imagem em 3D dos vasos sanguíneos no cérebro e no pescoço, uma ressonância magnética, que mostra uma visualização em 3D do cérebro e uma ecocardiografia que produz imagens do seu coração. Nem todos os testes são indicados para todas as pessoas. O seu médico determinará o melhor teste, ou a melhor combinação de testes, para sua situação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível