Dicas profissionais para calafetar com silicone

Escrito por katie kenig Google | Traduzido por meyrilene santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Dicas profissionais para calafetar com silicone
Uma arma de calafetar é uma ferramenta essencial para proprietários (glazier image by Greg Pickens from Fotolia.com)

Se estiver procurando um produto de calafetar que ofereça uma forte adesão, seja tolerante aos raios UV, completamente à prova d'água, resistente ao bolor e que continuará a ser flexível em todas as temperaturas, sem enrugar ou partir, calafetagem de silicone é a solução. Ela adere a quase todas as superfícies e é adequada para a maioria das áreas da casa, incluindo banheiros, pias e rodapés.

Outras pessoas estão lendo

Preparando a área para calafetar

Prepare a superfície que será calafetada limpando cuidadosamente com álcool e deixando a área secar completamente. Se estiver reparando uma área que teve um vazamento constante e a umidade for um problema, não use água naquela região por um período mínimo de cinco dias antes de iniciar seu projeto. Passe fita adesiva na área a ser calafetada com fita adesiva; garanta uma linha reta usando pedaços maiores de fita em vez de muitos pedaços pequenos. Não use calafetagem de silicone em madeira nua. Pinte quaisquer áreas de madeira com primer ou tinta antes de aplicar calafetagem, pois esta não poderá ser removida do grão de madeira mais tarde.

Dicas profissionais para calafetar com silicone
Fita adesiva de baixa aderência não danificará superfícies pintadas (blue painters tape image by Jim Mills from Fotolia.com)

Reúna as ferramentas necessárias

Use roupas velhas e mantenha um rolo de toalhas de papel ao alcance para limpar as mãos e superfícies de trabalho ao trabalhar com silicone de calafetar, pois ele não pode ser removido de fibras de tecido. Se não estiver trabalhando em um espaço bem ventilado, esteja preparado para usar um ventilador para circular o ar e remover os fumos fortes que a secagem da calafetação gerará. Você precisará de uma pistola de calafetar sem entalhes na vareta do êmbolo. Armas com um êmbolo suave não dispensam tão rapidamente, resultando em menor número de bolhas e garantindo um produto final mais profissional e suave.

Dicas profissionais para calafetar com silicone
Ventilação é a chave ao usar calafetagem de silicone (ancient fan image by Luisafer from Fotolia.com)

Calafetando seu projeto

Escolha um tom de silicone de calafetar que combine com a cor de sua pintura ou complemente seu azulejo, pois não pode ser pintado depois. Teste em um pedaço de pintura, em uma peça de reposição de azulejo ou em uma área que não será visível. Para começar, corte a abertura no tubo de calafetagem não maior do que 1 mm. Mantenha sua pistola em um ângulo de 45 graus e um pouco acima da junta em que estiver trabalhando. Dispense um fluxo constante de 60 cm de calafetagem. Alise a junta com uma ferramenta de acabamento ou um dedo molhado. Aplique pressão constante e movimentos longos.

Dicas profissionais para calafetar com silicone
Limpar calafetagem requer paciência e mão firme (Water tap in bathroom image by Nikolay Okhitin from Fotolia.com)

Curando e dando acabamento

Remova a fita adesiva ao terminar uma área; se esperar muito para fazê-lo, poderá aparecer uma borda irregular. Deixe a calafetação curar completamente antes de usar água na área do seu projeto. Uma hora após, a aplicação já não estará pegajosa, mas só curará totalmente dentro de dois a três dias, uma vez que necessita reagir ao vapor de água no ar. Climas mais secos exigirão tempos de cura mais longos. Se precisar reparar erros, a calafetagem de silicone pode ser removida com uma lâmina afiada.

Dicas profissionais para calafetar com silicone
Pás de borda simples são as melhores para remover calafetagem (single edged razor blade image by jimcox40 from Fotolia.com)

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível