Diferença entre óculos bifocais sem linha e lentes progressivas

Escrito por rebecca chandos | Traduzido por mara marcos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Óculos bifocais sem linha e lentes progressivas são muitas vezes confundidos um com o outro. No entanto, eles fornecem a correção da visão de maneiras distintas. Entender as diferenças ajudará a saber qual o tipo de lentes que você deve pedir ao oftalmologista.

Outras pessoas estão lendo

Histórico

Os óculos foram inventados em meados do século XV, mas as lentes bifocais foram introduzidas no século XVIII. Levaria aproximadamente mais de 200 anos para que os bifocais sem linha fossem inventados em 1959. Essas lentes surgiram, em parte, porque alguns usuários consideravam a linha divisória entre as partes superior e inferior da lente como uma distração. Outros, porém, estavam preocupados com a aparência de idosos, pois estes precisariam usar óculos de leitura.

Lentes progressivas

As lentes progressivas possuem várias camadas ampliadoras coladas juntas uma a uma. A vantagem reside principalmente em permitir ao usuário enxergar em todas as distâncias, incluindo as intermediárias. No entanto, a área de leitura é frequentemente pequena e um pouco distorcida devido às restrições de tamanho e de peso de tais lentes para aumentar o conforto do utilizador.

Bifocais sem linha

Os óculos bifocais sem linha possuem apenas dois poderes de ampliação: um para enxergar os objetos distantes, como ao dirigir, e outro para a leitura. Esses óculos podem eliminar algumas das manchas associadas à pequena área de leitura das lentes progressivas, porém isso tem um custo: o de deixar os objetos nas distâncias intermediárias borrados.

Identificação

A maneira mais fácil de diferenciar os óculos bifocais sem linha das lentes progressivas é experimentando-os. Os bifocais sem linha possuem duas receitas distintas estabelecidas para a lente, uma em cima e outra na parte inferior. É possível notar uma diferença significativa quando se movem os olhos para cima e para baixo. Com as lentes progressivas, no entanto, nota-se uma mudança muito gradual na perspectiva a partir do topo da lente até o seu fundo enquanto se movem os olhos para baixo.

Relações famosas

Benjamin Franklin recebeu a primeira patente para lentes bifocais em março de 1784.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível