Mais
×

Qual é a diferença entre o processo de germinação do feijão e do milho?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

As plantas com flores podem ser divididas em dois tipos, monocotiledôneas e dicotiledôneas. Devido a diferenças na forma como as sementes dessas espécies germinam, as sementes monocotiledôneas de milho e as dicotiledôneas de feijão frequentemente são estudadas e comparadas em aulas de biologia vegetal.

Apesar da diferença no processo de germinação, o milho e o feijão podem ser cultivados juntos (Corn Fields image by Marvin Tejada from Fotolia.com)

Tipos

A principal diferença entre as monocotiledôneas e as dicotiledôneas é o número de cotilédones, ou seja, as folhas embrionárias no interior da semente. O milho pertence ao grupo das monocotiledôneas, por isso produz mudas com uma folha. Já o feijão, do grupo das dicotiledôneas, brota com duas folhas.

Importância

Considerando que as monocotiledôneas, como o milho, só tem uma folha embrionária; a maior parte do espaço no interior da semente é reservado para o endosperma, que é uma fonte de alimentação utilizada pelo broto à medida que ele germina. Quando o milho brota, apenas uma folha sai do solo. Por outro lado, os pés de feijão têm dois cotilédones, ambos armazenam e fornecem o alimento para o broto na falta de uma boa quantidade de endosperma. Os cotilédones do feijão rompem o solo junto com broto e alimentam a planta à medida que ela cresce.

Tempo de germinação

O milho germina em cerca de três dias, já o feijão leva mais ou menos sete dias para concluir esse processo. Ambos são plantas de verão e exigem que a temperatura do solo seja quente o suficiente para elas se desenvolverem.

Curiosidades

O milho e o feijão são plantas consorciadas. Plante feijão comum no meio do milharal e o pé da planta poderá usar os caules dos milhos como treliça.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article