Diferenças entre as linguagens Prolog e Lisp

Escrito por mike southern | Traduzido por thiago isaias
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Diferenças entre as linguagens Prolog e Lisp
Prolog e Lisp são utilizadas em sistemas de IA. (Chad Baker/Photodisc/Getty Images)

Prolog e Lisp são duas linguagens de programação utilizadas em sistemas de inteligência artificial (IA). Existem muitas tarefas que ambas podem realizar. Contudo, as linguagens diferem nas abordagens, vantagens e desvantagens.

Outras pessoas estão lendo

Propósito

A Lisp é uma linguagem de propósito geral, capaz de realizar uma variedade grande de tarefas. A Prolog é dedicada a utilizações mais específicas. Assim, a Lisp pode realizar mais tarefas do que a Prolog.

Estilo computacional

A Lisp se assemelha a uma linguagem tradicional, onde você entra com uma informação e o programa realiza cálculos a partir dela. A Prolog se assemelha a linguagens de banco de dados, onde informações já conhecidas pelo programa são verificadas.

Versatilidade

A Lisp possui uma quantidade grande de palavras-chave e funções embutidas, então vários tipos de programa podem ser facilmente criados com ela. A Prolog possui um número muito mais limitado de palavras-chave.

Conveniência

Por ser uma linguagem menor, a Prolog é mais fácil de aprender. Contudo, a Lisp é mais fácil de utilizar, pois é capaz de realizar uma variedade maior de tarefas.

Versões

A Lisp é comumente utilizada em uma de duas versões, chamadas de Common Lisp e Scheme Lisp. A Prolog normalmente é usada "como ela é", com pouquíssimas diferenças entre as implementações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível