Distúrbios intestinais em cães depois de comerem um osso

Escrito por emilytrudeau | Traduzido por giovana moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Distúrbios intestinais em cães depois de comerem um osso
Todos os ossos são inseguros para seu cão roer (thor image by hugy from Fotolia.com)

Existem muitas controvérsias quanto à ideia de alimentar cães com ossos. No dia 20 de abril de 2010, porém, a Administração de Alimentos e Medicamentos dos Estados Unidos (FDA) publicou um depoimento dizendo que os ossos são mesmo um risco à saúde de cães por muitas razões, incluindo problemas intestinais. Os pedaços e lascas de ossos podem se quebrar enquanto o cão está roendo e podem ser engolidos. Se eles conseguirem chegar ao intestino, podem causar um bloqueio ou rasgarem o revestimento, causando sangramento interno.

Outras pessoas estão lendo

Equívocos

Muitos proprietários de cães dão ossos a eles por anos, achando que é uma adição saudável à dieta dos animais. Os ossos são bem conhecidos por evitarem o aparecimento de tártaro e fortalecer os dentes, e os cães naturalmente adoram. Há mitos de que os ossos de frangos são os únicos perigosos, ou que os ossos são seguros desde que estejam crus. Os riscos de saúde envolvidos com a ingestão de ossos superam todos estes benefícios potenciais. Foi descoberto que ossos crus são um risco maior para se contrair a salmonela, e são tão perigosos quanto os ossos cozidos. Os ossos de frango são mesmo mais perigosos devido ao tamanho pequeno e delicado, mas todos os outros ossos também podem se quebrar em fragmentos perigosos.

Efeitos

Bloqueios no intestino são comuns quando um cão engole um osso relativamente grande. Ele pode conseguir chegar ao intestino, mas então ficará alojado ali. Esse pode ser um problema maior para a digestão do cão, e pode criar complicações severas. A constipação é esperada, especialmente se há pontas afiadas que tornam as evacuações dolorosas e difíceis. Essas pontas afiadas também podem romper os revestimentos intestinais. Isso pode resultar em sangramento interno, fezes com sangue e sangramento no ânus.

Peritonite

Se o revestimento intestinal foi rompido pelos fragmentos de ossos, uma infecção bacteriana chamada peritonite pode ocorrer. É uma infecção do peritônio, que é uma fina membrana que reveste as paredes abdominais do cão. Esta é uma infecção séria que pode se espalhar rapidamente pelo corpo se não for tratada.

Tratamento

Dependendo das complicações ao engolir o osso, o cão pode precisar passar por uma cirurgia e/ou tomar antibióticos. É sempre importante levar seu cão ao veterinário imediatamente se você suspeitar de problemas intestinais de qualquer tipo, especialmente se seu cão exibir quaisquer sintomas envolvendo fezes com sangue ou sangue no ânus.

Prevenção/solução

De acordo com a Administração de Alimentos e Medicamentos dos EUA, você não deve dar nenhum osso ao seu cão sob nenhuma circunstância. Eles são considerados inseguros de modo geral. Muitas outras substâncias estão disponíveis para seu cão roer no lugar de ossos, e que são muito mais seguras. Você sempre deve estar por perto quando seu cão estiver mastigando algo novo pela primeira vez.

Considerações

Há riscos de saúde além dos problemas intestinais para cães que roam ossos. Esses riscos incluem quebrar os dentes, problemas nas gengivas, engasgos, e pedaços dos ossos se alojando pelo caminho inteiro, do esôfago ao estômago. Os ossos podem fazer buracos em qualquer lugar do sistema digestivo, causando problemas de saúde similarmente perigosos ao seu animal que exigiriam atenção imediata de um veterinário.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível