Drogas para tratamento de paranoia em pacientes com Alzheimer

Escrito por gail delaney | Traduzido por julio vizo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Drogas para tratamento de paranoia em pacientes com Alzheimer
O Alzheimer não somente causa danos na memória, mas também causa paranoia (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

O Alzheimer não somente causa danos na memória, mas também causa paranoia. Isto acontece especialmente quando o sol se põe. Pessoas com Alzheimer ficam desconfiadas, pensando que alguém espreita para pegá-las. O termo usado para isso é "sundowning" (pôr do sol), e ninguém sabe por que isso acontece. Algumas teorias afirmam ser por causa da pouca iluminação, das sombras e a ausência de ruído.

Outras pessoas estão lendo

Prescrição médica

Médicos prescrevem medicamentos para ajudar pacientes com Alzheimer e paranoia, mas, em muitos casos, os medicamentos que prescrevem não ajudam muito. Na verdade, quatro das drogas mais populares prescritas podem causar risco de morte, problemas cardíacos, derrames e diabetes. A maioria delas não são para pessoas idosas com doença de Alzheimer.

Inibidores da acetilcolinesterase

Os Inibidores da acetilcolinesterase são medicamentos usados para tratar a paranoia em pacientes de Alzheimer. São aprovados pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos e são uma forma segura de reduzir o problema em pacientes sem efeitos colaterais. A desvantagem desta droga é que os médicos raramente, ou nunca, prescrevem-na, e se o fazem, é apenas por três meses. Os inibidores da acetilcolinesterase elevam os níveis de acetilcolina. Quando este nível sobe, há mais comunicação entre células nervosas. Estes inibidores têm melhorado ou estabilizado os sintomas quando utilizados durante as primeiras fases da doença.

Haloperidol

Haloperidol, vulgarmente chamado Haldol no campo da medicina, é uma das mais antigas formas de medicação. É amplamente prescrito para o uso em pacientes com Alzheimer e provoca muitos efeitos colaterais. Este medicamento é para os sintomas da esquizofrenia, e ajudam a controlar os tiques e movimentos involuntários. É amplamente utilizado para pacientes com demência. A parte negativa desta droga é que aumenta o risco de morte por problemas cardíacos ou infecção ao ser usado para tratar a demência ou paranoia em pacientes com Alzheimer. O Haloperidol ou Haldol não é aprovado pelo FDA para uso em pacientes, no entanto, é amplamente prescrito. Outros efeitos colaterais são sonolência, tonturas ou visão turva. O Haldol é contra-indicado se administrado com algumas outras prescrições.

Risperdal

O Risperdal é uma outra droga com efeitos colaterais perigosos, mas os médicos a prescrevem para pacientes com doença de Alzheimer. Se o paciente tem Alzheimer prematuramente, esta droga pode aumentar o risco de acidente vascular cerebral, insuficiência cardíaca ou morte. Ela pode causar aumento drástico de açúcar no sangue. Este medicamento pode conter fenilalanina, que é fatal se consumida em excesso. Ela pode levar neurônios à morte.

Zyprexa

O Zyprexa é uma outra droga amplamente utilizada no tratamento da esquizofrenia e transtorno bipolar, mas muitos médicos a prescrevem para pacientes que sofrem de paranoia associada ao Alzheimer. Esta droga é outra com muitos efeitos colaterais. Não é indicada para idosos com psicose relacionada com demência, embora muitos médicos ainda a prescrevam. O Zyprexa aumenta o risco de morte. Nos resultados dos testes entre Zyprexa e um placebo, a taxa de mortalidade em um período de 10 semanas foi de 4,5 por cento para os pacientes em Zyprexa e 2,6 por cento para aqueles testados com o placebo. O Zyprexa também pode prejudicar a capacidade cognitiva ou de reação e podem ser a causa de tentativas de suicídio. Os medicamentos que interagem com essa droga incluem aqueles prescritos para a pressão arterial elevada ou problemas cardíacos, bem como carbamazepina (Tegretol), fluvoxamina (Luvox) ou medicamentos para doença de Parkinson.

Leponex

O Leponex pode ter grandes benefícios, mas você deve se atentar aos efeitos colaterais. Os médicos usam este tratamento apenas quando outros medicamentos falharam ou se o paciente não puder tolerar outros remédios. Se você tomar este medicamento, corre o risco de sofrer de agranulocitose, ou baixa contagem de células brancas do sangue e precisará ter seu sangue examinado regularmente. O Leponex pode causar inflamação dos músculos do coração e fazer com que a pressão arterial caia drasticamente. Também há o risco de sofrer um acidente vascular cerebral ou insuficiência cardíaca.

Verifique as informações sobre os medicamentos

Se o seu médico prescrever algum medicamento, leia a bula para ver os possíveis efeitos colaterais. Se você não gostar do que ler, pergunte ao seu médico para mais informações.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível