Mais
×

Como escrever fórmulas de compostos iônicos

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

Escreva fórmulas para compostos iônicos com a certeza de saber que eles estão sempre com carga neutra. Isso pode fazer seu trabalho ficar mais fácil. Muitos elementos formam somente um tipo de íon e tem uma carga previsível. Se você colocar carga de íons previsíveis juntas, é possível determinar quantos íons há no composto. Veja um pouco mais para entender.

Instruções

Como escrever fórmulas de ions (chemistry work image by Andrey Kiselev from Fotolia.com)
  1. Observe como compostos iônicos são formados de íons positivos e negativos. Por exemplo, NaCl é composto de sal e cloro. Na é sempre +1 e Cl é sempre -1.

  2. Some as cargas dos íons positivos e, separadamente, some as cargas dos íons negativos. Cada um será igual ao outro. Olhe para o CaCl2, por exemplo. Ca sempre tem a carga de +2. Cl continua com a carga -1 de sempre. Você precisa de dois Cl e um Ca para tornar a fórmula neutra. Esteja certo de escrevê-la da forma mais simplificada para cada íon.

  3. Verifique os recursos para a ligação de íons das cargas previsíveis. Use uma lista como essa para ajudar a escrever fórmulas para compostos iônicos. Nem todos os íons são previsíveis, mas muitos deles são fáceis de calcular.

  4. Comece com um composto iônico que é formado por alumínio e oxigênio, por exemplo. Cheque sua tabela, e verá que a carga do alumínio é A3+. Já a carga do oxigênio é O2-.

  5. Lembre-se de que a carga deve ser neutra. Ache os menores fatores comuns para chegar na carga neutra. Ela precisa ser 6 em cada. Se você multiplicar alumínio por 2, vai chegar a 6+. Se multiplicar oxigênio por 3, chegará a -6. Isso nos dará uma carga neutra para o composto iônico Al2O3.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article