Como escrever um plano de tratamento para saúde mental

Escrito por barb nefer | Traduzido por rafael affonso de andré
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever um plano de tratamento para saúde mental
Anote tudo que ajudar a formar o plano de tratamento da terapia

A terapia é um processo em que você trata um cliente que está lidando com problemas em sua saúde mental. Um plano de tratamento é necessário para apontar exatamente quais os problemas que você está tratando e os modos que serão usados para confrontá-los. É definindo metas especificas que permitirá que ambos, você e o cliente, consigam progresso. O plano agirá como um importante caminho, dando a diretriz correta para se atingir as metas.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Plano de tratamento
  • Livro sobre planejamento de terapia (opcional)

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Defina as metas do tratamento com o cliente. Essas metas devem ser as mais especificas possíveis. Por exemplo, se você está tratando alguém com distúrbio de ansiedade social, não use metas genéricas como "reduzir a ansiedade". Encontre uma meda específica e de fácil medição, como "o cliente será capaz de conversar seguramente com estranhos" ou "o cliente conseguirá comparecer a reuniões sociais ao invés de ficar em casa devido à ansiedade".

  2. 2

    Desenvolva passos específicos para cada meta. Você pode fazer isso sozinho, levando em consideração sua experiência profissional, ou você pode consultar um livro de planejamento de tratamentos. Os passos devem ser ações específicas que ajudem o cliente a alcançar a meta.

  3. 3

    Discuta os passos com o cliente, fazendo mudanças apropriadas quando necessárias. Em um tratamento centrado no cliente, os passos devem levar em consideração as habilidades e limitações do cliente. Ele deve permitir que o cliente tenha pequenos sucessos que funcionem como base para sucessos maiores.

  4. 4

    Decida o tempo necessário para o término do plano de tratamento. Junto com o cliente, decida quanto tempo cada meta terá para ser realizada. Você também pode colocar um limite de tempo nos passos individuais se julgar apropriado. Decida com que frequência o progresso será medido. Geralmente, isso é feito em cada sessão, mas pode variar.

  5. 5

    Grave o plano em formato de plano de tratamento. Se você trabalha para um setor de saúde mental, devem existir formatos oficiais para serem usados. Se você trabalha por conta, você pode criar seu próprio formato usando os modelos presentes nos livros, ou baseado em seu próprio conhecimento e experiência.

  6. 6

    Faça com que seu cliente assine o plano de tratamento quando estiver completo. Isso significa que ele concorda com o plano. Certifique-se de que ele leia e se sinta confortável. Dê a ele uma oportunidade de tirar as dúvidas antes de assinar.

Dicas & Advertências

  • Embora um plano de tratamento sirva para dar direcionamento a terapia, como terapeuta, você deve ser flexível. Se um cliente está em crise, você pode deixar o plano de lado e se focar na crise. No entanto, se isso ocorrer frequentemente, você precisa conversar com o cliente a respeito, pois isso pode afetar a efetividade da terapia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível