Como escrever um relatório de avaliação psicológica

Escrito por erin schreiner Google | Traduzido por césar campos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como escrever um relatório de avaliação psicológica
Informe seus resultados de saúde mental através de um relatório de avaliação psicológica (emploi image by Com Evolution from Fotolia.com)

O National Institute of Mental Health dos EUA informa que um em cada quatro adultos sofre de algum tipo de doença mental. Enquanto algumas doenças mentais não afetam gravemente a vida cotidiana dos doentes, outras têm efeito significativo. Quando se diagnostica uma doença mental e se determina um tratamento adequado, os profissionais de saúde mental geralmente escrevem um relatório de avaliação psicológica.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Anote o nome do paciente, número do prontuário e as datas de sua avaliação. A parte superior do seu relatório deve incluir todas as informações de identificação para que o mesmo possa ser facilmente arquivado e referenciado posteriormente. Ele também deve incluir a data para que possa ser colocado na ordem correta, quando estiver junto de outras avaliações similares de diferentes datas.

  2. 2

    Inclua informações sobre o estabelecimento em que o relatório foi compilado. Anote o nome, endereço e número de telefone. Incluindo esta informação, você permite que os profissionais que tenham acesso a este relatório no futuro entrem em contato com o local se encontrarem um problema ou tiverem uma pergunta.

  3. 3

    Explique a razão da avaliação. Escreva várias frases, explicando por que a avaliação foi considerada necessária. Se a necessidade foi baseada em um incidente específico, descreva-o claramente.

  4. 4

    Inclua a história do paciente. Registre todas as informações que souber do histórico dele. Isto pode ser útil para os profissionais que acessem estas informações no futuro, de modo que eles possam estabelecer mais facilmente um padrão de comportamento do paciente em questão.

  5. 5

    Descreva os procedimentos de avaliação. Se você estiver usando um procedimento padrão, liste-o pelo nome e inclua alguns detalhes sobre a avaliação. Se o procedimento for menos conhecido, explique no que ele consiste. Aponte as diferenças dele para os procedimentos mais comuns, para que outros profissionais possam replicar a sua avaliação.

  6. 6

    Faça um relatório de suas observações sobre o estado mental do paciente durante a avaliação. Se o paciente parecia animado demais, fechado, muito triste ou exibiu alguma emoção anormal enquanto era avaliado, descreva isto em seu relatório.

  7. 7

    Liste os resultados da avaliação. Se estes incluírem valores numéricos, explique claramente o que cada um significa ou inclua um gráfico ou diagrama para os outros consultarem quando interpretarem os resultados do teste.

  8. 8

    Faça recomendações de tratamento com base nas conclusões da avaliação. Essas avaliações são normalmente executadas por razões prescritivas. Explique o que suas descobertas indicam e como esta informação deve ser usada para tratar o paciente em questão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível