Esteroides no tratamento do câncer

Escrito por sohaib khan | Traduzido por valéria magalhães
Esteroides no tratamento do câncer
Esteroides no tratamento do câncer (Creatas/Creatas/Getty Images)

O corpo humano produz esteroides chamados corticosteroides, que ajudam a controlar diferentes funções corporais. Os esteroides à base de cortisol usados ​​no tratamento de câncer diferem de esteroides anabolizantes ilegais utilizados por alguns atletas e fisiculturistas.

Tipos

Os médicos normalmente prescrevem os seguintes esteroides baseados em cortisol para doentes com câncer: cortisona, dexametasona, prednisolona, hidrocortisona e metilprednisolona.

Usos

Pacientes com câncer fazem uso de esteroides pelas seguintes razões: como complemento à quimioterapia, a fim de melhorar o apetite, para reduzir a náusea induzida pela quimioterapia e para aliviar a inflamação e diminuir a resposta imune do corpo.

Formas

Pacientes com câncer podem tomar esteroides nas seguintes formas: comprimidos, xaropes, injeções intramusculares e injeções intravenosas. A dosagem do esteroide dependerá do tipo e do estádio do câncer.

Efeitos colaterais

Os efeitos colaterais mais comuns dos corticosteroides incluem: indigestão, retenção de água, açúcar elevado no sangue, alterações de humor, problemas de visão e vulnerabilidade a infecções.

Cuidados

Os pacientes com câncer não devem parar de tomar esteroides sem consultar seus médicos. O corpo precisa se ajustar para reduzir as doses de esteroides antes que você possa parar de tomá-los por completo. Nunca tome duas doses caso tenha esquecido de uma.