Mais
×

Como estimular a produção corporal de colágeno e elastina

Atualizado em 17 abril, 2017

O colágeno e a elastina são duas proteínas que trabalham lado a lado no corpo para dar estrutura aos tecidos conectivos. o colágeno dá firmeza aos tecidos do corpo, enquanto a elastina fornece flexibilidade. Conforme as pessoas começam a envelhecer, seus corpos passam a produzir menores quantidades dessas proteínas. O resultado é notado na pele, que começa a perder umidade e fica desidratada. Isso causa flacidez e rugas. Dieta e estilo de vida saudáveis são fatores que podem estimular a produção de colágeno e elastina no corpo e diminuir a deterioração dos tecidos conectivos.

Instruções

Conforme envelhecemos, o corpo passa a produzir menores quantidades de colágeno e elastina (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

    Alimentos que estimulam a produção de colágeno e elastina

  1. Inclua antioxidantes na sua dieta. Tomates, cenouras, soja, linhaça e chocolate meio amargo são alguns exemplos de alimentos que contêm antioxidantes que combatem os radicais livres (moléculas no corpo que impedem o funcionamento correto das proteínas). Na ausência de radicais livres, a produção de colágeno e elastina pode ser aumentada com dieta adequada.

  2. Coma bastantes alimentos que contenham vitamina C. Ela é encontrada em frutas cítricas, frutas silvestres escuras e vegetais de folhas verdes. O colágeno não pode ser produzido no corpo sem vitamina C. Ela mantém os órgãos e os vasos sanguíneos funcionando adequadamente.

  3. Inclua alimentos que sejam ricos em zinco, como mariscos, peixes, carnes magras e laticínios. O zinco ajuda a manter as fibras de colágeno e elastina e os une para formar blocos de proteína para a formação de colágeno novo.

    Cuidados com a pele

  1. Aplique cremes que contenham vitamina A (retinol) e vitamina C no rosto diariamente. Esses cremes estimulam as células da pele que são responsáveis pela produção de colágeno e elastina. Eles podem ser comprados em qualquer loja de produtos para a pele. Um dermatologista pode prescrever uma formulação com maior concentração de vitamina A e C, se desejar.

  2. Esfolie a pele com esfoliante facial de duas a três vezes por semana. Isso aumentará a renovação celular, estimulando a produção de proteínas saudáveis, inclusive o colágeno e a elastina. Seja seletivo ao escolher um esfoliante. Por mais que sua intenção seja remover a pele morta, alguns produtos contêm grânulos grandes e com pontas afiadas que podem causar riscos microscópicos na pele, levando-a a mais danos.

  3. Faça peelings químicos regularmente em clínicas de estética. Conforme a camada superior da pele é removida, a produção de colágeno e elastina é acelerada. Especialistas em cuidados com a pele recomendam um peeling químico a cada quatro semanas, como manutenção de um programa para uma pele forte e saudável. Os tratamentos podem ser feitos em quase qualquer parte do corpo, inclusive nas mãos e nas costas.

  4. Aumente a efetividade do peeling químico incluindo um tratamento de microdermoabrasão. Conforme as partículas semelhantes a diamantes raspam a pele, as células que desenvolvem o tecido conectivo são estimuladas, aumentando a produção de fibras de colágeno e elastina.

Dicas

  • Pare de fumar. O fumo causa envelhecimento precoce ao danificar o colágeno e a elastina.
  • Evite exposição desnecessária ao sol. Os raios de sol têm os prejudiciais raios UV que destroem o colágeno e a elastina da pele.

Aviso

  • Alguns tipos de pele podem ser sensíveis às vitaminas A e C. Se os cremes tópicos contendo essas vitaminas irritarem a pele com uso diário, aplique-os em dias intercalados.

O que você precisa

  • Alimentos ricos em antioxidantes
  • Alimentos que contenham vitamina C
  • Alimentos ricos em zinco
  • Cremes com vitamina A
  • Cremes com vitamina C
  • Esfoliante
bibliography-icon icon for annotation tool Cite this Article