Exercícios para o tratamento da ansiedade

Escrito por kaylee todd | Traduzido por jesse mourao
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Exercícios para o tratamento da ansiedade
Exercícios físicos ajudam no tratamento da ansiedade (Goodshoot/Goodshoot/Getty Images)

Mais de 40 milhões de adultos americanos sofrem de algum tipo de ansiedade. Os tratamentos são tão diversos quanto os sintomas, desde prescrição de medicamentos até várias formas de psicoterapia e remédios fitoterápicos. Mas o simples exercício também oferece uma maneira eficaz de reduzir os sintomas de ansiedade. Basta encontrar um exercício de que você goste e dedicar-se a ele.

Outras pessoas estão lendo

Como o exercício ajuda

O exercício pode fornecer um contrapeso para os sintomas físicos, psicológicos e emocionais causados pela ansiedade. Ele aumenta a autoestima e a confiança ao fornecer objetivos positivos e atingíveis. O exercício também proporciona uma distração dos pensamentos negativos sobre si mesmo, que muitas vezes acompanham a ansiedade.

A ansiedade também pode contribuir para o isolamento, situação em que o doente não quer sair ou estar perto de outras pessoas. Sair para dar um passeio ou ir a uma academia para uma aula de ioga ajudará a combater aquela vontade de ficar sozinho. Outra vantagem: O exercício fará com que seu corpo libere adrenalina armazenada, fazendo você se sentir mais calmo.

Quantidade de exercício

De acordo com a Mayo Clinic, podem ser necessários 30 minutos de exercício, de três a cinco vezes por semana, para melhorar significativamente os sintomas de depressão e ansiedade. No entanto, mesmo 10 minutos por dia já ajudam a aliviar estes sintomas por períodos mais curtos de tempo. Começar com períodos mais curtos pode ajudar a alcançar uma rotina de exercício físico regular.

Os melhores tipos de exercício

O exercício que você mais gosta -- e do qual você não vá desistir com o tempo -- é o melhor tipo para o tratamento da ansiedade. Para alguns, isso pode significar longas caminhadas ou corridas. Para outros, aulas de aeróbica ou ioga podem ser mais atraentes. Ou pode ser que estabelecer uma meta para aprender uma nova habilidade, como jogar tênis ou golfe, possa ser a chave para a manutenção de uma rotina de exercícios regular. Independentemente da forma de exercício que você escolher para tratar os sintomas de ansiedade, a coisa mais importante é fazê-lo regularmente, mesmo quando não estiver com vontade. Com o passar do tempo, vai ser menos provável que você experimente dias em que gostaria apenas de ficar deitado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível