Folículos pilosos e glândulas sebáceas

Escrito por g.d. palmer | Traduzido por paula belchior
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Folículos pilosos e glândulas sebáceas
O óleo proveniente das glândulas sebáceas ajuda a manter o cabelo em boas condições (hair texture image by Xavier MARCHANT from Fotolia.com)

Cada fio de cabelo na pele humana desenvolve-se a partir de um poro ou canal, chamado de folículo. Esse folículo contém o cabelo e uma glândula sebácea. Quando funciona corretamente, a glândula sebácea ajuda a manter a pele e os cabelos em boas condições e ajuda o corpo a livrar-se de células velhas. Quando não está funcionando corretamente, no entanto, a glândula sebácea pode causar oleosidade, problemas de pele e até queda capilar.

Outras pessoas estão lendo

Função

As glândulas sebáceas produzem uma substância oleosa e cerosa chamada sebo. Elas começam a trabalhar algumas horas após o nascimento, e permanecem trabalhando pelo resto da vida de uma pessoa. De acordo com o National Institutes of Health, as secreções produzidas pela glândula sebácea evitam o ressacamento do cabelo e da pele, ajudam-a a manter sua barreira contra as bactérias e até mesmo matam os micróbios presentes na superfície da pele. Os animais com defeito nas glândulas sebáceas perdem os seus cabelos progressivamente.

Escovação

A escovação regular e a massagem podem ajudar as pessoas com produção hiperativa de sebo no couro cabeludo e resultar em oleosidade capilar e acne. A escovação move o sebo para baixo do folículo capilar até as extremidades secas, para longe da área oleosa do couro cabeludo. As pessoas que praticam essa técnica, não utilizam a escova para desembaraçar. Em vez disso, elas desembaraçam o cabelo com um pente e, em seguida, o escovam com cerdas de javali ou uma escova de cerdas naturais similar. Isso proporciona a estimulação do couro cabeludo e uma redução na acumulação de óleo. A escovação com o objetivo de redistribuição do óleo proveniente das glândulas sebáceas é uma parte importante do cuidado capilar para muitas pessoas com o cabelo muito longo.

Acne

A presença de glândulas sebáceas hiperativas no folículo piloso pode levar à acne. Quanto mais cedo o problema começa, mais provável que seja sério. Os National Institutes of Health, nos EUA, notam que o aumento da excreção de sebo é um fator importante na maioria dos casos de acne. Por causa disso, alguns medicamentos vêm sendo desenvolvidos para o tratamento da acne com foco na redução da produção de sebo, em vez de simplesmente tratar os sintomas de inflamação e inchaço.

Queda capilar

A glândula sebácea hiperativa ou hipoativa pode levar à queda capilar. De acordo com a DS Laboratories, as obstruções de sebo no canal capilar podem impedir o cabelo emergente. As condições que causam alopecia inflamatória (queda capilar), tais como lúpus e esclerodermia, tendem a destruir as glândulas sebáceas logo no início, criando cicatrizes e incentivando a queda dos cabelos.

Equívocos

O chamado "dia do cabelo ruim" em mulheres ocorre com frequência durante o período menstrual. Algumas mulheres têm teorizado que os seus dias de cabelo ruim são causados ​​por uma maior excreção de sebo durante seus períodos menstruais. No entanto, de acordo com o National Institutes of Health, não existe nenhuma diferença discernível nos níveis de sebo, durante ou após a menstruação. Esses dias em que o cabelo tem uma aparência ruim são mais frequentes em mulheres que lavam o cabelo com menos frequência, no entanto.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível