Por que as fraternidades das universidades americanas dão trotes?

Escrito por mary macintosh | Traduzido por mariana dsp
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Por que as fraternidades das universidades americanas dão trotes?
Às vezes um candidato a membro da fraternidade precisa passar por um trote (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

As fraternidades e outras organizações às vezes dão trotes nos calouros. Essas brincadeiras incluem tarefas ou atividades que os novos membros deverão fazer para juntar-se à organização. Às vezes, essas tarefas podem ser fisicamente exigentes, humilhantes ou inconvenientes. Levar trote pode causar traumas físicos e psicológicos. A maioria das universidades condena essa prática perigosa e não permite que as organizações do campus as pratiquem. Ainda assim, algumas fraternidades continuam a fazê-la devido aos benefícios dessa prática.

Outras pessoas estão lendo

Motivações positivas para a fraternidade

Os membros mais antigos podem participar do trote por acreditar que a tradição é benéfica aos princípios de união e força da organização. Os membros das fraternidades procuram eliminar os candidatos fracos ou desmotivados. A experiência de tentar entrar em uma dessas organizações pode unir os candidatos e dar-lhes histórias e tradições para quando se tornarem membros seniores. Apesar de muitos membros de fraternidades acreditarem nesses benefícios, os princípios organizacionais padrão vão contra essa teoria.

Motivações positivas para o indivíduo

As fraternidades podem aplicar trotes nos calouros para seu próprio bem. Em teoria, passar pelo trote dá uma sensação de dever cumprido e orgulho no candidato. O trote promove a autodisciplina e ajuda a formar amizades fortes. Alguns trotes são feitos para que os calouros tenham experiências divertidas e empolgantes.

Motivações negativas

Os membros mais antigos podem querer dar trote por questões menos altruístas. A maioria deles levaram trotes quando entraram para a fraternidade e, portanto, fazem o mesmo com os calouros por ressentimento e retaliação. Às vezes, as fraternidades exigem que eles façam tarefas desagradáveis, como limpar ou dar dinheiro, álcool e outros itens. Ao extorquir esses itens e serviços dos candidatos, os membros mais velhos beneficiam-se do sacrifício dos mais novos.

Psicologia do trote

As motivações psicológicas para dar trote estão em uma organização com estrutura hierárquica, normalmente baseada na senioridade. As fraternidades podem ser divididas entre membros sênior, que perpetuam os trotes, os observadores, que olham ou participam do trote, e os calouros, a quem eles são aplicados. Os observadores costumam achar que o trote é normal ou tradicional, mesmo que não participem ativamente. Como eles não condenam o ato, um pequeno grupo de indivíduos sádicos ou muito dedicados podem perpetuar a tradição do trote.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível