Freeboard e Longboard

Escrito por rob callahan | Traduzido por carolina pires
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Freeboard e Longboard
As variedades de longboard são atraentes para vários estilos de vida e formas de andar de skate (Aidon/Photodisc/Getty Images)

Skates longboard são feitos para proporcionar um andar suave e silencioso, com ênfase maior na estabilidade do percurso do que em possibilitar as manobras em geral associadas a skates menores e mais convencionais. Em compensação, os freeboards permitem que o skatista faça algumas manobras comuns, além de algumas relacionadas ao snowboarding. Ambos os tipos de skate devem suas capacidades aos seus respectivos designs e alguns equipamentos adicionais.

Outras pessoas estão lendo

Longboard

Uma plataforma típica de longboard mede de 105 a 115 cm, mas algumas variantes específicas e híbridas diferem do tamanho padrão. Skates "Slalom" são feitos menores para um raio mais estreito em curvas, e são feitos para desviar de esquinas ou outros obstáculos. "Carving longboards" são feitos de materiais mais flexíveis e são adequados para andar nas cidades em velocidades médias. Longboards "Downhill" são mais longos e mais rígidos, o que aumenta a estabilidade em altas velocidades, mas seu tamanho os torna inadequado para andar nas cidades. "Speedboards" têm pranchas pesadas e baixas para abaixar o centro de gravidade de quem usa e proporcionar estabilidade em velocidades muito altas. O "Mountainboard" é feito para viagens seguras ou superfícies desiguais, como grama e estradas de terra.

Freeboard e Longboard
Um longboard comum é muito maior e mais largo do que um skate convencional (Thomas Northcut/Photodisc/Getty Images)

Freeboard

Freeboards são feitos para imitar o formato e a sensação de um snowboard, e para emular a experiência do snowboarding em superfícies pavimentadas. Duas rodas são montadas debaixo da prancha na linha central. As outras quatro rodas são montadas em trucks largos que vão até fora da prancha. A localização e funções especiais destas seis rodas permitem que se faça manobras da mesma forma que faria em uma montanha de neve.

Freeboard e Longboard
Um freeboard pode fazer manobras como um snowboard convencional (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Rodas

As configurações das rodas do longboard são as mesmas de um skate convencional, com duas próximas à parte da frente e duas na traseira. Mountainboards usam rodas maiores, que são basicamente pneus pequenos, e trucks especiais que aguentem terrenos difíceis. Rodas de longboard são, em geral, de tamanho e espaçamento planejado para proporcionar deslizamento e tração estáveis. Quatro das rodas de um freeboard são montadas da forma convencional, enquanto duas ficam em um encaixe que gira debaixo da prancha. Estas rodas giram em qualquer direção paralela ao chão, permitindo que o skatista faça amplas curvas se apoiando no calcanhar ou nos dedos do pé. Ele também pode se equilibrar nas rodas do centro para simular o equilíbrio na base de um snowboard.

Freeboard e Longboard
O truck e as rodas variam pelo tipo de prancha e estilo praticado (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Mecanismos de fixação

Alguns mountainboarders usam mecanismos de fixação, mas outros tipos de longboard não os usam. Diferente dos longboards, todos os freeboards têm mecanismos de fixação montados como em snowboards tradicionais. Estes são verticalmente e rotacionalmente ajustáveis para se adequar à postura de cada usuário, e são diferentes dos mecanismos do snowboard pois não prendem os pés da pessoa ao skate. Ao invés disso, os mecanismos de fixação do freeboard permitem que a pessoa pise dentro e fora dele sempre que precisar, podendo se livrar do skate em um acidente.

Freeboard e Longboard
Um mecanismo de fixação comum dá ao usuário mais controle sobre seu skate (Zedcor Wholly Owned/PhotoObjects.net/Getty Images)

Usando remos

Usando um freeboard, é possível pegar impulso usando seu próprio corpo, mas em longboards isso se torna uma tarefa difícil. Empurrar um longboard com sua perna pode ser desajeitado e cansativo, então alguns longboarders adotam uma técnica similar a remar na calçada. Adaptado da técnica de remar em pé usada por surfistas, este método usa um pedaço de madeira ou fibra de carbono com uma ponta de borracha para apoiar no asfalto enquanto a pessoa pega impulso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível