Como funciona uma válvula de escape

Escrito por william zane | Traduzido por joel sobral
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A válvula de escape é uma parte integrante de um turbo compressor que garante que o motor não aumente a pressão em demasia quando os carretéis e as rotações do turbo funcionam. Esta válvula é exatamente o que o nome indica, uma porta (ou aba) que se abre para desviar resíduos (pressão excessiva do turbo) no escapamento ou na atmosfera ao invés do turbo. Desta forma, a válvula de escape serve para regular e proteger o motor e o turbo compressor do excesso de impulso. Quando a pressão atinge um certo ponto, de 10 psi (unidade americana de medir pressão) ou menos para carros com turbo compressor de produção regular, a aba da válvula abre e dispersa a pressão da roda da turbina.

Outras pessoas estão lendo

Válvula de escape interna

Existem dois tipos de válvula de escape, o mais comum é a válvula interna. Esta é geralmente encontrada em carros com baixo poder de impulso, de 5 ou 6 psi ou até 10 psi. A válvula interna está localizada no interior da carapaça do turbo e é um componente crucial do próprio turbo. O diafragma está ligado a uma mangueira que vai até a saída do compressor do turbo, ou até os tubos de carga, ou até o coletor de admissão. A aba se abre quando o diafragma da válvula é acionado. Quando a pressão se excede em uma quantidade predeterminada, o diafragma abre a aba secundária com mola, permitindo que uma certa pressão percorra o impulsor do turbo, baixando-o lentamente. Depois, o excesso de pressão é evacuada pelo escapamento.

Válvula de escape externa

O outro tipo de válvula de escape é a externa. Como o próprio nome diz, o tipo externo é separado da carapaça do turbo. Ela não necessita de acionador para funcionar. Este tipo é acionado por uma válvula similar à válvula utilizada na cabeça do cilindro. O excesso de escapamento é desviado do turbo para o escapamento ou evacuado para a atmosfera. O último refere-se a uma válvula separada e é bem mais alto do que aquela que dispersa os gases de escape. A maioria dos kits de turbo de segunda linha utilizam uma válvula de escape externa. Este tipo funciona bem para conjuntos que geram impulso de 20 a 30 psi. Uma válvula externa deve ser instalada com um coletor especial que possui corredor extra que funcione apenas com esta válvula, pois, não há restrições de espaço, as válvulas externas podem ser muito maiores e podem regular os níveis de impulso com maior precisão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível