Funções do quartzo

Escrito por andrea sigust | Traduzido por joanna riva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Funções do quartzo
Os humanos têm utilizado o quartzo para construir armas e ferramentas por mais de 4000 anos (Thinkstock/Comstock/Getty Images)

O quartzo é um mineral que consiste de silício e oxigênio (SiO2 ou sílica), e é caracterizado como criptocristalino (também chamado de microcristalino) ou cristalino (macrocristalino). Por ser o mais duro dos minerais comuns e por possuir propriedades químicas especiais, o quartzo tem sido utilizado para uma variedade de propósitos por séculos.

Outras pessoas estão lendo

Usos comerciais

Algumas das aplicações comerciais do quartzo mais frequentes são como gemas de jóias e em designs ornamentais. O quartzo cristalino é distinguido por sua composição similar ao vidro que vem em uma variedade de cores. Formas mais familiares de quartzo cristalino utilizado para gemas incluem ametista, quartzo fumado, citrino e prásio. O quartzo criptocristalino geralmente não possui cristais visíveis e costuma ser mais similar a rochas, em sua estrutura. Exemplos de quartzo criptocristalino com qualidade de gemas incluem ágata, jaspe, cornalina e ônix.

Essas e muitas outras variedades de quartzos cristalinos e criptocristalinos como olho-de-gato, calcedônia, heliótropo, cristal de rocha e quartzo rosa, são utilizados em obras de arte, itens decorativos e projetos arquitetônicos.

Piezoeletricidade

O efeito piezoelétrico é um fenômeno que ocorre quando uma carga elétrica é produzida ao se aplicar pressão mecânica a certas substâncias não condutoras ou neutras. Esse efeito foi exibido em certos cristais, como o quartzo, quando a piezoeletricidade foi descoberta por Pierre Curie em 1883. A durabilidade e propriedades piezoelétricas do quartzo foram aproveitadas em diversas aplicações industriais e científicas.

Indústria

Quando acoplado com transistores, a habilidade do quartzo de manter correntes elétricas pode ser utilizada para a estabilização de sinais de rádio. Isso foi demonstrado através do projeto do rádio de quartzo, que foi muito utilizado durante a Segunda Guerra Mundial.

O quartzo também é utilizado para fazer relógios. Todas peças que medem o tempo requerem um oscilador, que é um dispositivo que gera um padrão de sinais eletrônicos. Por causa da piezoeletricidade, o quartzo funciona como oscilador em medidores de tempo analógicos ou digitais, criando um sinal repetitivo e vibrante, necessário para manter o tempo exato.

Microfones, cartuchos fonográficos, extensômetros e equipamentos médicos ultrassônicos são apenas alguns dos itens que dependem de transdutores para funcionar. Transdutores são dispositivos que transformam um tipo de energia em outro, como energia mecânica em elétrica, por exemplo. Materiais piezoelétricos como quartzo são utilizados como transdutores.

Ciência

Após a Segunda Guerra Mundial, cientistas começaram a cultivar quartzo em laboratório, para tentar atender sua demanda. Isso foi realizado ao tomar-se pequenas espécies de cristais de quartzo natural como base e aplicar outras soluções, minerais, pressão e calor para criar mais cristais. Através deste processo, cientistas descobriram como criar quartzo fundido, que é o quartzo natural derretido e reconfigurado. Estas versões de laboratório exibiam propriedades adicionais que o mineral natural não possuía, como a habilidade de suportar e conduzir temperaturas extremas. Em razão disso, as variedades de quartzo de laboratório são utilizadas para fazer recipientes de produtos químicos, lentes de microscópio e telescópio e tubos de ensaio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível