Grandes invenções militares

Escrito por jason thompson | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Grandes invenções militares
A bomba atômica levou à Guerra Fria entre os EUA e a União Soviética (atomic bomb image by Albert Lozano from Fotolia.com)

A guerra é uma das mais antigas atividades humanas. Ela se revolucionou várias vezes devido às inovações militares que mudaram sua cara para sempre. Uma lista completa das grandes invenções militares da história preencheria volumes. A seguir, há uma seleção de algumas das mais impactantes delas.

Outras pessoas estão lendo

Pólvora

A pólvora foi inventada pelos alquimistas chineses por volta do início do século X. É uma mistura explosiva de substâncias químicas que serviu de base tanto para as armas quanto para as bombas. As armas seguiram a invenção da pólvora, no século XIII, e logo depois vieram os canhões. Com a sua capacidade de penetrar nas mais fortes armaduras e nas mais grossas paredes, as armas e os canhões transformaram a guerra em todos os sentidos. Os castelos já não eram defesas tão úteis, tampouco as armaduras. Frente às armas, os soldados armados com lanças e espadas tinham pouca chance. Eventualmente, soldados de todo o mundo passaram a contar com armas de todos os tamanhos como armamento principal (Ver Referências 1 e 3).

Metralhadoras

A metralhadora foi um tipo especial de arma que mais uma vez revolucionou a guerra. Antes do século XIX, todas as armas atiravam em um ritmo muito lento, com o gatilho sendo puxado uma vez para cada disparo. Hiram Maxim inventou a “Maxim Gun”, a primeira metralhadora de verdade. Ela usava o recuo do disparo para carregar automaticamente o próximo tiro, e mantinha o cano resfriado com água. Cinquenta anos depois, Gatling inventou a “Gatling Gun”, que tinha vários canos montados em uma manivela. Elas foram as primeiras metralhadoras a alcançar uma velocidade de tiro moderna (Ver Referência 3).

Aviões

Uma dimensão totalmente nova (a terceira dimensão) foi adicionada à guerra com a invenção do avião. Os primeiros aviões de combate apareceram na Primeira Guerra Mundial, e eram feitos de madeira e lona. Eles eram propensos a travar e, muitas vezes, contavam com uma metralhadora no seu nariz. O motor a jato foi inventado durante a Segunda Guerra Mundial, e desde então os caças vêm sendo impulsionados por jatos, muitas vezes capazes de voar mais rápido do que a velocidade do som. Os aviões militares modernos carregam mísseis e bombas, além de armas de grande porte (Ver Referência 3).

Submarinos

A terceira dimensão levou à guerra naval, bem como à invenção do submarino, em 1580, por William Bourne, um estalajadeiro e cientista amador. O primeiro submarino funcional foi construído em 1623 e o primeiro submarino militar (o “Rotterdam Boat”), em 1654. Ele perfurou o fundo dos navios inimigos após se camuflar debaixo deles. Os submarinos modernos são movidos à energia nuclear e carregam torpedos e mísseis (Ver Referências 2 e 3).

Bombas atômicas

A bomba atômica, inventada em 1945 pelos cientistas do Projeto Manhattan norte-americano, se aproveita das forças nucleares encerradas nos núcleos de átomos instáveis como o urânio e o plutônio. Elas são os dispositivos mais altamente explosivos conhecidos pelo homem, e uma única bomba atômica pode destruir até mesmo uma grande cidade. Muitas delas também contaminam a terra e a água de onde elas explodem com radiação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível