Pode haver destruição de átomos em uma reação química?

Escrito por jennifer sobek | Traduzido por beatriz palma
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Pode haver destruição de átomos em uma reação química?
Os átomos não podem ser destruídos em uma reação química (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

O átomo é a parte fundamental da matéria. Ele é constituído por prótons e nêutrons em seu núcleo, sendo este orbitado por elétrons. Um átomo é uma partícula minúscula encontrada em um elemento, e se comporta de forma quimicamente idêntica ao elemento. Existem várias razões pelas quais os átomos não podem ser destruídos em uma reação química.

Outras pessoas estão lendo

Lei da conservação da matéria

A principal razão pela qual um átomo não pode ser destruído durante uma reação química é a lei da conservação da matéria. Essa lei afirma que a matéria não pode ser criada nem destruída. Isso também se aplica aos átomos. Já que eles não são criados nem destruídos durante uma reação, quando um composto se desfaz seus átomos permanecem inalterados. Tudo que está presente no início de uma reação ou equação química também deve ser encontrado no produto ou resultado final.

Balanceamento das equações

A lei da conservação da matéria torna-se evidente no balanceamento de uma equação química. Em uma reação, o que aparece ao lado esquerdo da equação deve aparecer também ao lado direito. Por exemplo, se você possui dezessete átomos como reagentes (os compostos iniciais da reação), deverão aparecer também dezessete átomos como produtos. A única coisa que acontece é que os átomos são rearranjados para formar novos compostos.

Exemplo

Ao combinar etileno e oxigênio, a reação produzirá dióxido de carbono e água. A equação pode ser expressa por C2H4 + 3 O2 --> 2 CO2 + 2 H2O. No lado dos reagentes, há dois átomos de carbono, quatro de hidrogênio e seis de oxigênio. A mesma quantidade de cada um dos elementos pode ser encontrada no lado dos produtos. Essa é uma reação química balanceada.

Lei da conservação das massas

A lei da conservação das massas é equivalente à lei da conservação da matéria. Já que o número de átomos em uma reação química nunca muda, o mesmo acontece com a massa ou peso. A massa total dos reagentes deve ser igual à massa total dos produtos. Dessa forma, não importa o que aconteça durante a reação, a massa das substâncias deve permanecer a mesma. Na equação 2 H2 + O2 --> 2 H2O, por exemplo, a massa de hidrogênio e oxigênio somada deve ser equivalente à massa de água produzida. As duas moléculas de gás hidrogênio ao lado esquerdo da reação apresentam quatro unidades de massa atômica (u) e, quando combinados com as 32 u do oxigênio, o resultado é de 36 u. A quantidade de água produzida também deve possuir 36 u.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível