Por que o herbicida elimina as ervas daninhas, e não a grama?

Escrito por elizabeth tumbarello | Traduzido por ana claudia bragé
Por que o herbicida elimina as ervas daninhas, e não a grama?
Cuide de seu jardim e entenda mais sobre herbicidas (Chris Clinton/Digital Vision/Getty Images)

Herbicidas sistêmicos e de contato

Existem dois tipos diferentes de herbicidas utilizados na indústria de cuidados de jardim. Os sistêmicos matam a planta de dentro para fora, são aplicados antes que a planta tenha uma chance de começar a crescer e são referidos como herbicidas "pré-emergentes". Os de contato são aplicados após uma erva daninha já ter começado a crescer e podem ser adquiridos separadamente, mas, às vezes, são misturadas com sementes de grama. Esse tipo de herbicida é frequentemente formulado para erradicar um certo tipo de planta. As plantas de folhas largas, como leão e capim-colchão, são geralmente consideradas ervas daninhas e o tipo mais comum de herbicida sistêmico disponível é contra esse tipo de vegetação.

Seletivo e não seletivo

Herbicidas de contato são divididos em duas categoria, seletivos e não seletivos. Os seletivos apenas matam as plantas nas quais são aplicados. Eles podem ser especificamente formulados para matar certas ervas daninhas, mas alguns são considerados de "amplo espectro". Os herbicidas não seletivos eliminam qualquer planta que eles entram em contato, incluindo plantas desejáveis. Todos os herbicidas de contato são pós-emergentes. Alguns desidratam as células da planta, enquanto outros simplesmente sobrecarregam a planta com substâncias químicas nocivas.

Como aplicar

Ao usar um herbicida seletivo de contato, o momento recomendado para aplicá-lo é quando a planta está crescendo ativamente. Cortar a grama dois a quatro dias antes e após a aplicação do produto não é recomendado, pois deve ser permitido um tempo para o herbicida eliminar a planta. Aplicar um herbicida seletivo de contato em um dia ventoso pode fazer com que o produto se espalhe para áreas indesejadas, o resto do seu gramado, por exemplo, e danos ocorram em outras plantas. Plantas muito secas ou encharcadas também não respondem adequadamente a herbicidas, de modo que o momento ideal para aplicá-los é durante condições de clima normais.

Alternativas a herbicidas

Muitos herbicidas de contato caem em uma categoria de ação local, o que significa que são aplicados diretamente na planta e matam apenas a que entrou em contato com o produto. Esse método é semelhante a puxar as ervas daninhas à mão, mas é geralmente considerado mais eficaz, pois existe a possibilidade de não se conseguir remover toda a raiz com a mão. Se a capina manual não for uma opção, aumentar a acidez do solo através de utensílios domésticos, como vinagre, funciona para muitas pessoas. O aumento da salinidade do solo é uma alternativa viável, mas pode causar danos para o solo durante um tempo. Embora essas soluções caseiras não sejam tão eficazes e possam exigir várias tentativas de erradicar as ervas daninhas, os efeitos sobre o meio ambiente são considerados muito menos prejudiciais, especialmente em torno de corpos d'água ou áreas onde a presença de químicos seja uma preocupação.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível