A história do eufônio

Escrito por laurie williams | Traduzido por kelly isayama
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A história do eufônio
O eufônio é menor que a tuba. (tuba image by Jerome Dancette from Fotolia.com)

O eufônio é um instrumento de sopro com uma válvula de pistão e um furo cônico. Ele faz um som caloroso, brando e geralmente é tocada no alcance tenor-barítono. Sua tubulação enrola em torno de si mesma e termina em um grande sino. Ele é parecido com a tuba, mas é um pouco menor. O nome do instrumento, derivado do grego, poderia significar "voz doce" ou "grande voz". Fãs desse pilar de fanfarra concordam que ambos estão corretos.

Outras pessoas estão lendo

História

Entre os antepassados do eufônio se encontram o oficleide, que parecia um fagote bronzeado, e a serpente, um instrumento de sopro sinuoso, com curvas e com aberturas para os dedos. Ambos foram ineficazes em ficar em sintonia e produzir um tom seguro. Por volta de 1818, produtores de instrumentos de sopro começaram a usar válvulas de pistão, o que tornou possível a produção de trompas com som consistente. A maioria dos historiadores da música acreditam que o inventor do eufônio foi Ferdinand Sommer de Weimar, Alemanha, em 1843.

Alcance

O intervalo do eufônio se estende acima e abaixo da clave. Geralmente tocado desde o F abaixo do bastão até o A na linha de cima, ele é capaz de soar tons úteis desde o C abaixo do bastão até o F, sete linhas acima. A maioria dos músicos intermediários conseguem fazer o B, que está quatro linhas acima do bastão.

Tom

Como a tuba, trompa, fliscorne e a corneta, o eufônio tem uma tubulação que fica maior conforme ela chega mais próxima ao sino. Isso lhe dá um som mais suave e gentil que instrumentos como o trompete ou trombone, que têm calibre cilíndrico.

Equívocos

Historiador do bronze Greg Monks comenta que há uma certa confusão sobre a proveniência do eufônio. Alguns o veem como uma tuba tenor plana em B, ou como um fliscorne em tenor ou barítono. Outros teorizam que sua origem se baseia no plano de Adolphe Sax (inventor do saxofone) de preencher a lacuna entre metais e instrumentos de sopro. Monks está no lado da conexão da tuba: fliscornes tem um alcance comparativamente limitado. O eufônio, como a tuba, tem um alcance muito maior. Nomenclaturas confusas podem ter dado origem à teoria de Sax, diz Monk.

Mais confusão existe em relação ao eufônio e a trompa barítona. Os dois instrumentos têm o mesmo alcance e frequentemente tocam as mesmas músicas, mas o barítono possui um calibre cilíndrico com um timbre mais claro.

Dois sinos

Eufônios com dois sinos, para produzirem diferentes tipos de tons, eram populares nas fanfarras de colégios e do exército do fim do século XIX e início do XX. Obsoletos desde meados do século XX, o nome desses instrumentos ainda vive na canção "Seventy-Six Trombones", do musical de Meredith Wilson, "The Music Man".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível