A história do voleibol

Escrito por alex oppenheimer | Traduzido por karenini k. viana
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
A história do voleibol
O voleibol foi inventado em 1895 (inventorspot.com)

O voleibol foi criado em 1895 por William G. Morgan em Holyoke, Massachusetts. O esporte era originalmente conhecido como "mintonette", tendo características do tênis e do handebol. Apenas quatro anos antes, o jogo de basquete foi inventado nas proximidades de Springfield, Massachusetts. O basquete, junto com o tênis e o beisebol, foi uma grande influência na criação do vôlei.

Outras pessoas estão lendo

História

William G. Morgan (1870-1942) estudou no Colégio Springfield, Massachusetts, e mais tarde tornou-se diretor de educação física na ACM (Associação Cristã de Moços) local. Inspirado por Dr. James Naismith, que tinha inventado o basquete quatro anos antes, Morgan queria criar um esporte de equipe semelhante para os membros mais velhos da ACM que envolvesse menos corrida, mas ainda necessitasse de habilidades atléticas. O nome original que Morgan deu ao seu novo esporte, Mintonette, foi mudado mais tarde, quando um espectador, Alfred S. Halstead, observou o movimento de voleio que impulsionava o jogo.

Regras originais

Morgan criou um conjunto de regras para mintonette que foram revistas quando o jogo se tornou popular nos Estados Unidos e ao redor do mundo.

No voleibol original, a rede era de 2 metros de altura, e as dimensões da quadra eram de 7,62 por 15,24 metros. Era permitido um número ilimitado de jogadores de cada lado. Como no beisebol, um jogo tinha nove tempos; havia três chances de saques (duas tentativas) para cada equipe por turno. Por fim, não havia limites para o número de vezes que uma equipe poderia bater a bola do seu lado antes arremessá-la com sucesso sobre a rede.

Desenvolvimento

Em 1916, diferentes métodos de jogar vôlei foram introduzidos. Alguns anos mais tarde, a regra dos "três toques" foi implementada e é usada até hoje. Patrocinadores de vôlei contribuíram para o crescimento do esporte através de iniciativas como a distribuição de bolas pela American Expeditionary Forces (AEF) para as tropas americanas e as tropas aliadas.

Importância Internacional

Apesar do vôlei ter tido origem nos Estados Unidos, o esporte rapidamente se espalhou para outros países ao redor do mundo. Em 1900, o Canadá se tornou o primeiro país fora dos Estados Unidos a jogar vôlei. A crescente popularidade do esporte exigiu um conselho de administração para organizar torneios e regras. Em 1928 foi criada a United States Volleyball Association (USVBA), atualmente conhecida como USA Volleyball. Em 1947, a Federação Internacional de Voleibol (FIVB) foi criada para coordenar todos os eventos internacionais. O vôlei de quadra foi jogado pela primeira vez como um esporte olímpico nos Jogos de Verão de 1964, em Tóquio, no Japão. Hoje, o voleibol é mais popular em países como os EUA, Brasil, Itália, Países Baixos, Rússia e China.

Voleibol de praia

O vôlei de praia tem as mesmas regras básicas do vôlei de quadra ou olímpico, mas é jogado com apenas duas pessoas em cada equipe. Em 1930, o primeiro jogo de praia em dupla foi jogado em Santa Mônica, Califórnia. Dezoito anos depois, o primeiro torneio oficial (com premiação) foi realizado em Los Angeles. A FIVB é o principal conselho administrativo que coordena eventos internacionais e a Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) é a entidade máxima do voleibol no Brasil. Em 1986, grandes nomes internacionais da praia foram reunidos pela primeira vez, para o Hollywood Volley, em Copacabana, no Rio de Janeiro, e em Santos, São Paulo. A partir desta competição, o vôlei de praia começou a conquistar espaços na mídia e no coração dos torcedores. O vôlei de praia foi jogado pela primeira vez como um esporte olímpico nos Jogos de Verão de 1996 em Atlanta, Geórgia.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível