Infestações em palmeiras

Escrito por venice kichura | Traduzido por mariana silva gray
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Infestações em palmeiras
Palmeiras precisam de cuidados para ficarem livres de infestações (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Palmeiras são plantas de paisagem ou de interior atraentes que crescem em climas tropicais ou subtropicais. Essas plantas são suscetíveis a várias doenças por infestações de insetos que podem causar danos consideráveis. As infestações de palmeira afetam todas as partes da árvore, incluindo as folhas, troncos, raízes e fruta. Embora algumas infestações sejam apenas cosméticas e apenas machucam a aparência da planta, outras podem ser fatais.

Outras pessoas estão lendo

Tipos e causas

As doenças de palmeiras se dividem em duas categorias: biótica e abiótica. Doenças devido a patógenos são geralmente de natureza fúngica e são chamadas de doenças bióticas. Por outro lado, doenças recorrentes que atrapalham o desenvolvimento e crescimento a longo prazo da planta são conhecidas como doenças abióticas. Todas as palmeiras estão propensas a uma infestação quando existem práticas ruins de plantação, excesso de poda e falta de gerenciamento de água.

Apodrecimento

Independentemente do patógeno específico causando uma doença de apodrecimento, os sinais de todas as infestações são semelhantes. O sinal inicial do apodrecimento é a murchidão e descoloração. Esses sintomas ocorrem nas folhas com pontas e nas folhas mais novas. Nos piores casos, as folhas com pontas podem ser puxadas, sem esforço, do broto. Normalmente o apodrecimento bacteriano é conectado com danos por tempo frio. Para prevenir o problema, aplique fungicidas preventivos.

Amarelamento letal

O amarelamento letal, uma doença sistêmica, é carregada por sicadelas e é devido a um fitoplasma. Embora os sintomas variem entre os coqueiros e outras palmeiras, a descoloração é um sinal de infestação. Remova as plantas apresentando mais de 25 por centro de descoloração nas folhas ou um broto apical morto, recomenda a University of Florida Extension. Para controlar a doença, injete oxitetraciclina HCI (OTC) nos troncos das palmeiras a cada quatro meses.

Murcha de Fusarium

A murcha de Fusarium, uma doença fúngica, infecta palmeiras rainhas e palmeiras mexicanas. Os sintomas são o amarelamento das folhas (clorose) ou uma coloração marrom (necróse), que indica lâminas de folhas mortas. As lâminas de folhas infectadas também apresentam listras marrom ou marrom escuras na ráquia e no pecíolo. Sinais da doença aparecem primeiro nas folhas mais baixas ou mais antigas. A infestação então se move para cima da árvore, eventualmente matando a planta toda. Não existe cura para o problema uma vez que a árvore é infectada.

Colônia de Rhynchophorus

A colônia de rhinchophorus é uma doença que ataca principalmente tamareiras, coqueiros e sagueiros. Ela normalmente afeta plantas mais jovens que tem menos de 20 anos. Os danos são feitos por larvas que fazem túneis que mastigam os troncos e as bases do frondes. Sinais de problema são troncos machucados que podem apresentar um líquido marrom grosso devido aos túneis dos insetos. Tipicamente, danos feitos por uma colônia de rhinchophorus não são descobertos até haver uma boa quantidade de lesões dos túneis das larvas.

Considerações

Antes de determinar se uma palmeira está infestada, considere a aparência saudável de uma espécie específica de palmeira comparada com uma doente. Procure por sinais de uma infestação, começando na linha do solo até o topo da árvore. Observe completamente as galhos e folhas, as folhas mais velhas e mais novas, flores, frutos e tronco. Então decide qual parte da árvore parece anormal.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível