Injeção de Enbrel como cura para o Alzheimer

Escrito por gail delaney | Traduzido por wladimir d. uszacki
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A injeção de Enbrel pode dar alguma esperança como novo tratamento para pacientes com Alzheimer. Desde 1998, o Enbrel (Etanercepte) foi usado para tratar pessoas com artrite reumatoide junto com outras condições imunológicas. Os pacientes com artrite recebem a injeção na coxa, estômago ou braço, mas pacientes com Alzheimer em um estudo recente receberam injeções na coluna. Uma instalação médica em Los Angeles, EUA, conduziu um estudo utilizando Enbrel em pacientes com Alzheimer e os resultados surpreenderam. A injeção pode não ser uma cura, mas pode ser um tratamento promissor.

Outras pessoas estão lendo

Um estudo

De acordo com o site Rxlist.com, um estudo pequeno de 6 meses foi feito com 12 pessoas que estavam no segundo e terceiro estágio do Alzheimer. O Dr. Edward Tobinick, diretor do Instituto de Pesquisa Neurológica, uma instalação médica particular em Los Angeles, Califórnia, injetou Engrel nos músculos em volta do cordão espinhal de pacientes com Alzheimer. Isso distribui o remédio diretamente no sistema nervoso. Até agora, esse pequeno estudo passou por duas fases com resultados promissores, e os pesquisadores consideram uma terceira fase de testes clínicos no futuro próximo. Eles não sabem quando o tratamento será aprovado pela Administração de Alimentos e Medicamentos (FDA) dos Estados Unidos, mas eles planejam fazer maiores pesquisas.

O que é Enbrel?

O Enbrel bloqueia parte do sistema imunológico do corpo que causa o fator de necrose tumoral-alfa, TNF alfa. Níveis elevados de TNF alfa podem ser o que interfere com a regulação dos impulsos neurais. Essa proteína é fundamental para o sistema imunológico do cérebro. Os cientistas acreditam que o Alzheimer se dá devido à inflamação do cérebro. Eles atribuem isso ao TNF alfa secretado pelas células gliais do cérebro, que podem contribuir ao dano.

Melhoras da injeção de Enbrel

Quando uma pessoa desenvolve Alzheimer, geralmente sua fala é afetada. Às vezes tem dificuldade de encontrar as palavras certas. Dentro de alguns minutos após receber a injeção de Enbrel, houve melhora considerável na conversação e compreensão do paciente. Ele teve melhor capacidade de dar nomes às coisas e seguir comandos falados. Um paciente não sabia qual ano era e em qual estado estava. Dez minutos após a injeção, ele pôde responder às questões. Pediram a outro paciente que desenhasse um relógio mostrando uma hora específica, ele desenhou um quadrado. Duas horas após a injeção, ele desenhou um relógio redondo e a hora certa.

Avisos

Pessoas com artrite reumatoide, juvenil, idiopática ou psoriática, e outras doenças imunes não devem tomar essa medicação ou ser testadas. O Enbrel diminui o sistema imunológico que combate infecções, e algumas pessoas contraíram tuberculose.

Se você for mais suscetível a infecções, tem diabetes avançada ou problemas para controlar o diabetes, não use Enbrel. Pessoas com infecções ou alergia a qualquer um dos ingredientes do remédio devem evitá-lo.

Produção de Enbrel pela Amgen

A companhia Amgen fabrica o Enbrel. Até hoje não houve maiores estudos nem liberação do uso do Enbrel para pessoas com Alzheimer. Mais testes são necessários para possíveis efeitos colaterais, mas os pesquisadores são encorajados devido aos resultados promissores. Talvez, com o tempo, terão informações o suficiente para aprová-lo para pessoas com Alzheimer.

De acordo com o site Science Daily, o Dr Tobonick é dono de ações da Amgen e tem patentes pendentes descrevendo o potencial uso do Enbren para tratar a doença de Alzheimer e outros problemas neurológicos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível