Como interpretar uma tomografia computadorizada de pulmão

Escrito por contributing writer | Traduzido por max jahnke
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A tomografia axial computadorizada, mais conhecida como tomografia computadorizada ou TC, é usada para o imageamento dos órgãos internos do corpo usando múltiplos feixes de raios-x tomados sucessivamente a partir de vários ângulos. Uma tomografia computadorizada de pulmão é utilizada para diagnosticar e monitorar as doenças que podem ter um aspecto inespecífico no raio-x convencional do peito. Os médicos também utilizar uma TC de pulmão para guiá-los durante a biópsia, no qual uma amostra de tecido do órgão é obtida, para ser examinada sob o microscópio.

Nível de dificuldade:
Desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Prontuário do paciente
  • Filmes da tomografia computadorizada do pulmão
  • Aparelho para observação de chapas radiográficas (Negatoscópio)
  • Atlas de anatomia humana

Lista completaMinimizar

Instruções

    Instruções

  1. 1

    Revise o prontuário do paciente. Leia a história clínica dele e tome nota dos achados pertinentes do exame físico. Dados importantes incluem a presença de tosse, febre, falta de ar e escarro tingido de sangue. Descubra se o paciente é fumante. Estes irão orientá-lo sobre que anormalidades procurar na tomografia computadorizada do pulmão.

  2. 2

    Coloque os filmes da tomografia computadorizada do paciente no negatoscópio. Certifique-se de que o nome, idade e sexo do paciente indicado na película são idênticos aos mostrados no prontuário. Se o mesmo possui alguma tomografia computadorizada anterior, coloque-a também.

  3. 3

    Identifique a orientação das imagens do pulmão na película. As últimas tomografias podem exibir imagens do órgão tomado em três orientações, dependendo de como as fatias de imagem foram obtidas: • Vista Axial: de cima para baixo • Vista Coronal: de frente para trás • Vista sagital: de um lado a outro As fatias de imagem são usualmente obtidas em intervalos de 1 cm. Isto é suficiente para mostrar alterações pulmonares na maioria dos pacientes. No entanto, nos casos em que a suspeita de lesão como um nódulo pulmonar é pequena, você irá querer cortes mais finos, de 1 a 5 mm obtidos por TC de alta resolução.

  4. 4

    Guiado por seu atlas de anatomia humana, identifique as estruturas dos pulmões. Proceda de forma sistemática para que você não perca nenhuma anormalidade. Por exemplo, você pode optar por ir de cima para baixo e da periferia para o centro de cada pulmão, ou ao contrário.

  5. 5

    Inspecione o hilo. Este é o lugar onde os brônquios (grandes vias aéreas), artérias e veias pulmonares (grandes vasos sanguíneos), e os nervos adentram. Consulte por mudanças no seu diâmetro, bem como para o aumento dos nódulos linfáticos.

  6. 6

    Inspecione o parênquima pulmonar. Trace a ramificação das vias aéreas. Essas vão de pontos e linhas brancos para cinza sobre um fundo preto, que representa o ar na tomografia computadorizada. Normalmente, a inclinação das vias aéreas se tornam menores à medida que vão do centro para a periferia dos pulmões. As vias aéreas podem se tornar mais proeminentes do que é suposto, ou podem desaparecer quando um segmento do pulmão entra em colapso. Você também pode ver uma massa que perturba a anatomia normal do tecido.

  7. 7

    Inspecione a pleura pulmonar. Ela cobre seus pulmões. Em estados de doença, você pode ser capaz de observar espessamento pleural e acúmulo de líquido como sangue ou pus nas porções dependentes do pulmão. Massas também podem ser provenientes da pleura.

  8. 8

    Escreva seu diagnóstico. Mencione os seus achados anormais, bem como os resultados negativos pertinentes. Se você viu anormalidades focais na tomografia computadorizada do pulmão, mencione sua localização e tome suas medidas, se possível.

Dicas & Advertências

  • A maioria das tomografias de pulmão agora estão disponíveis em formato digital conhecido como DICOM, que significa Digital Imaging Communications (Comunicações em imagem digital), em Medicina. Usando um visualizador DICOM instalado no seu computador, você deve ser capaz de ver melhor as estruturas pulmonares e ajustar as configurações de imagem se necessário.
  • Não misture antigos e novos exames, e nem filmes de tomografia computadorizada de diferentes pacientes. Caso contrário, você pode ser processado por fornecer a leitura errada de uma TC.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível