Conhecimento

A diferença entre psicologia escolar e psicologia educacional

Escrito por marlene inglis | Traduzido por mariana pelicano
A diferença entre psicologia escolar e psicologia educacional

As crianças aprendem não só matemática e inglês, mas também habilidades sociais ao frequentar a escola

kids smiling image by sonya etchison from Fotolia.com

A escola representa um grande papel na vida das crianças e ela têm de se estabelecer com uma atmosfera que conduz ao aprendizado. A escola e o sistema educacional precisam entender como as crianças aprendem e o que as motiva. Os professores devem criar programas e materiais que se encaixam para produzir indivíduos inteligentes, confiantes e tolerantes, que se tornarão os professores de amanhã.

Outras pessoas estão lendo

A diferença

A psicologia escolar baseia-se em identificar dentro do sistema da escola, as crianças com um nível mais elevado de aprendizagem para a idade, bem como aquelas que apresentam certos padrões de comportamento, como déficit de atenção, hiperatividade, dislexia ou impedimentos de fala. É também dada atenção àquelas crianças que têm deficiências mentais ou físicas. A psicologia educacional auxilia com o diagnóstico e fornece ferramentas para tratamento, ajudando ou lidando com esses comportamentos e desafios.

Psicologia escolar

A psicologia escolar envolve-se em ajudar indivíduos, uma vez que estes tenham sido identificados, assistindo-lhes e auxiliando-lhes com ferramentas como aconselhamentos, fonoaudiólogos e tratamento exclusivo através de assistentes de ensino nas salas de aula. Eles também preparam a escola com exercícios e treinamentos tanto para o professor como para o aluno. Psicólogos escolares são educados e treinados em educação infantil, ações dos pais e desenvolvimento adolescente e infantil. Eles podem fazer avaliações psicológicas e oferecer orientação e aconselhamento tanto para a criança como para a família.

Psicologia educacional

A psicologia educacional estuda como crianças aprendem, recordam, pensam e como elas desenvolvem-se mentalmente, durante o processo de aprendizado. Elas são observadas em vários ambientes, como quando trabalham individualmente e como interagem em grupo. A psicologia educacional também estuda os humanos nos campos de aprendizado e desenvolvimento e pode, portanto, criar materiais educativos apropriados para cada idade e programas baseados em observação; pode também empenhar-se em programas de desenvolvimento para crianças e determinar pré-requisitos para indivíduos que pretendem ser professores.

Combinando psicologias escolar e educacional

A psicologia educacional estuda problemas ao lidar com crianças, pais e professores de diferentes culturas, e cria material educativo baseado em pesquisas que permite que esses grupos assimilem e se encaixem melhor no sistema escolar. Ensinar o inglês como segunda língua é um método utilizado pelo sistema educacional para integração e assimilação. As psicologias escolar e educacional trabalham juntas e complementam-se no benefício tanto dos professores como dos alunos.

Não deixe de ver

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media