Mais
×

Invenções científicas da Grécia antiga

Atualizado em 20 julho, 2017

Os gregos antigos são conhecidos por terem criado muitas maneiras de progredir e melhorar a si mesmos em várias áreas da vida. Uma em que eles parecem ter sido particularmente excelentes foi a das ciências. A astronomia, a tecnologia da água e as máquinas a vapor foram três estudos científicos nos quais acredita-se que os gregos tenham feito mais progressos.

Os gregos antigos criaram muitas invenções científicas que rivalizam com qualquer coisa que criemos atualmente (Plaster head of the ancient Greek philosopher Socrates image by Supertrooper from Fotolia.com)

Tecnologia da água

O estabelecimento dos trabalhos de águas públicas foi uma das invenções dos gregos que mais influenciaram o mundo. Essa invenção ajudou a economia e deu mais acesso a um fornecimento mais higiênico de água. Duas das principais descobertas dos gregos envolvendo água incluíram:

1) O parafuso de Arquimedes -- Arquimedes criou esse dispositivo, destinado a levar a água de um nível mais baixo para um mais alto por meio do uso de um tubo com um parafuso interno. Na medida em que o tubo virava, as voltas do parafuso coletavam a água, empurrando-a para um tanque de armazenamento. O parafuso era acionado pela força humana, através do trabalho de um escravo que o fazia girar.

2) Aquedutos e pontes -- Um aqueduto é um sistema de canos, trincheiras, canais ou outros condutos destinados a transportar água. Os gregos criaram aquedutos para abastecer de água uma área grande a partir de uma única fonte.

Astronomia

Uma das invenções astronômicas atribuídas aos gregos é o astrolábio. Esse é um instrumento destinado a ajudar a determinar a altitude de objetos como o sol ou as estrelas no céu. Embora o seu inventor não seja conhecido, o astrolábio foi primeiramente usado na Grécia por volta de 200 a. C.

Outra invenção grega usada na pesquisa astronômica é o Mecanismo Anticítera. O artefato era usado para predizer eclipses e também para rastrear a lua e o sol. Os pesquisadores acreditam que os gregos antigos também o usavam para rastrear os cinco planetas conhecidos. Ele é considerado uma maravilha tecnológica devido à complexidade das engrenagens e ao nível de conhecimento necessário para construí-lo. Foi descoberto em 1901 por mergulhadores que exploravam um navio naufragado na costa de Anticítera.

Máquina a vapor

Uma das maiores invenções dos gregos antigos foi aparentemente usada apenas como brinquedo. Durante o primeiro século d.C., um engenheiro grego, chamado Heron, criou um dispositivo que ele chamou de eolípila, que significa "bola de vento" em grego. Embora os gregos só o usassem como uma novidade ou um brinquedo, na essência, o eolípila foi a primeira máquina a vapor. Heron começou com um pote selado cheio de água e colocou-o sobre um fogo para criar vapor. Dois tubos saindo do pote permitiam que o vapor subisse para uma esfera metálica. Essa esfera rodava, liberando vapor através de dois tubos externos. Esse é considerado o primeiro artefato para criar movimento rotativo através do poder do vapor.

Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article