Jogos de teatro para adolescentes

Escrito por aurelio locsin | Traduzido por ronaldo moretti
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Os jogos de teatro exercem duas funções para atores adolescentes. Primeiro, eles desenvolvem as habilidades necessárias para atuar de forma convincente em um palco ao vivo e improvisar caso o inesperado aconteça. Em segundo lugar, eles desenvolvem a autoconfiança e a capacidade de pensar espontaneamente, ao lidar com situações da vida. Os jogos podem variar de acordo com a imaginação dos participantes e do instrutor.

Outras pessoas estão lendo

Não se trata de uma vareta

Um objeto como uma vareta ou bola é colocada na frente da plateia. A equipe pega o objeto e executa uma ação com ele, por exemplo, bater uma bola de beisebol ou atirar em um pato. O público tenta adivinhar em que se tornou o objeto, um bastão ou um rifle. A primeira pessoa a acertar, em seguida, executa uma nova ação com o objeto.

Para variar esse jogo, dois ou mais voluntários executam uma ação com o objeto, sem falar. Embora os atores possam planejar o que vão fazer com antecedência, é mais interessante se espontaneamente tiverem uma ideia no palco. O instrutor deve lembrar os participantes para não se envolver em atividades físicas que possam ferir alguém.

Círculo da vida

Este é um exercício para todos os participantes ao mesmo tempo. Os adolescentes formam um grande círculo e, em seguida, começam a andar em sentido horário. O objetivo é que cada pessoa avance através de toda a vida de um determinado personagem. O instrutor fala idades em sequência para incentivar os participantes a se comportar nessa idade. Por exemplo, se ele grita "cinco anos", os adolescentes podem se comportar como crianças em idade pré-escolar, ou se ele diz "65", eles podem fingir que são idosos. Ele pode encorajá-los a falar com outras pessoas (para desenvolver relacionamentos) ou atuar em pequenas cenas dramáticas (como um casamento), enquanto continuam a caminhar. Conforme os atores envelhecem, ele exclui pessoas do círculo para simular sua mortes.

As variações desta atividade incluem as equipes permanecerem com a mesma idade, mas viajarem através de diferentes épocas, como a Idade da Pedra, Idade Média ou futuro distante. Elas também podem assumir diferentes tipos de trabalho, espécies como cães ou gatos, personagens de uma peça que estejam familiarizados.

Estátua

Um voluntário começa uma ação sem dizer nada. Por exemplo, ele pode começar a cavar. Uma atriz se junta a ele e entra na situação com diálogo e ação adicionais. Por exemplo, ela pode começar a falar com ele sobre jardinagem. Alguém assistindo grita "estátua" a qualquer momento. Esta pessoa, então, bate no ombro do ator, este deixa o palco e, em seguida, ela assume a posição do ator ausente. Ela então continua, a partir dessa posição com novo diálogo e ações diferentes.

Você pode tornar a atividade mais complexa, aumentando o número de participantes e permitindo a substituição de dois ou mais atores ao mesmo tempo. Para manter o público atento, o instrutor também pode ser responsável por gritar "estátua" e escolher substituições.

Não perca

Referências

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível