on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Como lidar com uma criança mimada

Atualizado em 23 março, 2017

Uma criança mimada pode ser intimidante e frustrante, mas, na realidade, elas não são tão difíceis de lidar como parecem. Isso porque no final das contas a criança mimada é uma criança e você é um adulto. Exerça todo o poder nesse relacionamento e, se você se lembrar disso, mantenha-se firme e defina regras claras e as consequências se elas forem quebradas. A criança testará sua paciência às vezes, mas se você se mantiver firme, se surpreenderá em como sua criança mimada irá voltar atrás em seu ato.

Instruções

Crianças mimadas podem se tornar adultos mimados (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)
  1. Defina limites claros para sua criança mimada. Dessa maneira, ela não alegará ignorância como desculpa. Então, diga a ela “se você jogar seu prato, ficará em seu quarto por 10 minutos”. Isso cria uma conexão clara entre jogar o prato e ir para o quarto dela. Ela pode escolher como se comportar.

    Loading...
  2. Mantenha-se firme a qualquer disciplina imposta por você. Se você seguir o exemplo do Passo 1 e ela jogar o prato, ela precisará passar um tempo em seu quarto. Se não, ela aprenderá que seu “rosnado” é pior que a sua “mordida” e que suas ações não possuem consequências de verdade.

  3. Diga “não” com mais frequência. E o que é mais importante, mantenha-se firme. O “Não” deve significar exatamente como ele soa, e não “somente se você me pedir mais dez vezes” ou “não, a menos que você tenha um ataque de birra”. Crianças mal comportadas precisam entender que quando você diz algo, você realmente quis dizer aquilo. E a maneira de reforçar isso é através de suas ações.

  4. Evite subornar seu filho. Pode parecer uma rápida saída dizer “se você parar com isso, eu lhe darei um doce”, mas, quando você faz isso, está somente reforçando o mau comportamento. Mau comportamento precisa ter consequência negativa; uma consequência positiva serve apenas para reforçá-lo.

  5. Igore seu filho quando ele fizer coisas inapropriadas. Você não precisa discipliná-lo o tempo todo, mas sim discipliná-lo algumas vezes, de maneira randômica, de modo que ele não saiba quando você o está observando ou não. Isso irá mantê-lo vigilante o tempo todo e também impedirá que você fique exausto(a).

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...