Como lidar com crianças agressivas na creche

Escrito por kimberly caines Google | Traduzido por fernando telles
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com crianças agressivas na creche
A agressão das crianças é muitas vezes descontada em brinquedos (Darrin Klimek/Digital Vision/Getty Images)

Em uma creche, o ideal seria que todas as crianças se comportassem bem. A National Association of Child Care Resource and Referral Agencies (NACCRRA) relata que o cuidado infantil de qualidade durante os primeiros cinco anos de vida da criança é essencial, pois 90 por cento do desenvolvimento do cérebro ocorre nesse período. As crianças irão comportar-se mal de vez em quando e farão alguns escândalos temperamentais que podem resultar em um comportamento agressivo. Os funcionários da creche devem lidar com isso através da implementação de medidas eficazes, positivas e não abusivas.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Preste atenção à linguagem corporal das crianças sob sua supervisão. Procure por sinais de possíveis escândalos, incluindo jogar e chutar brinquedos, agitar os braços e falar alto. Interrompa esse comportamento, levando a criança a um ambiente mais tranquilo, longe de outras crianças, para que ela possa acalmar-se.

  2. 2

    Converse com a criança usando um tom calmo, porém firme, de voz e explique por que a interrompeu. Descubra o que causou sua raiva e tente encontrar uma solução. Por exemplo, se ela queria brincar com um brinquedo que outra criança estava brincando, diga a ela que eles podem compartilhar os brinquedos e se revezarem brincando com ele.

  3. 3

    Redirecione a atenção da criança para evitar um comportamento destrutivo e prejudicial. Por exemplo, se a criança quiser desenhar na parede com lápis de cor, entregue a ela um pedaço de papel e incentive-a a desenhar nele. Retorne a criança ao grupo uma vez que ela estiver calma e pronta para brincar novamente.

  4. 4

    Coloque a criança em "repouso" caso o comportamento agressivo tenha resultado em danos físicos à outra criança. Explique que morder, bater e arranhar são comportamentos inaceitáveis. Leve a criança para fora do grupo, olhe nos olhos dela e diga "Não morda!" ou "Não bata!". Use um tom de voz firme, que mostra à criança que você está falando sério. O site kidsgrowth.com recomenda colocá-la em "repouso" por um minuto para cada ano de idade.

  5. 5

    Espere uma solução por parte da criança agressiva que ajudará a corrigir o problema. Faça com que ela também lhe ajude a acalmar a criança a que ela causou algum mal ou faça-a limpar a bagunça que fez.

  6. 6

    Remova privilégios quando o assunto for disciplinar as crianças em idade escolar, visto que apenas um tempo para "repouso" pode não ser tão eficaz nesses casos. Diga a elas que não poderão participar de uma próxima atividade devido ao comportamento agressivo que tiveram.

  7. 7

    Preste atenção, elogie e incentive o bom comportamento em crianças. Quando elas começam a dar atenção às coisas certas que fazem, elas manterão e repetirão o comportamento.

  8. 8

    Envolva os pais da criança e explique que o bom comportamento começa em casa. De acordo com o site National Network for Child Care, as crianças tendem a copiar os comportamentos que elas veem em outras pessoas. Quando são expostas a um comportamento agressivo e violento em casa, elas provavelmente o copiarão. Escreva uma nota aos pais para cada vez que seu filho comportar-se mal e também faça o mesmo quando o oposto ocorrer, ou seja, no caso de bom comportamento. Mantenha os pais atualizados sobre o que acontece quando a criança está sob seus cuidados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível