Como lidar com uma pessoa que está sofrendo e sendo ríspida

Escrito por chad stetson | Traduzido por morgana nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como lidar com uma pessoa que está sofrendo e sendo ríspida
O luto pode ser um processo muito difícil (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Quando alguém próximo a você está de luto após a morte de um ente querido, pode ser difícil saber o que fazer ou o que dizer. Para piorar a situação, se essa pessoa estiver sendo ríspida com você e com outros, você pode se perguntar o quanto deve aturar. Uma das coisas mais importantes a ter em mente sobre alguém que está sendo grosseiro por causa do sofrimento é que a pessoa está lutando com a perda. Há algumas coisas que você pode fazer por ela.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

Instruções

  1. 1

    Entenda que todo mundo lida com a morte de maneira diferente. Mais importante, você precisa entender que realmente não há jeito certo ou errado de lamentar. Há fases para o luto, mas uma pessoa não precisa passar por elas em ordem. Além disso, mantenha em mente que a dor não acontece em uma linha do tempo. Algumas pessoas passam pelo processo rapidamente, enquanto outras levam anos.

  2. 2

    Seja compassivo. Você não precisa saber o que dizer ou o que fazer, apenas seja compreensivo e compassivo. Ouça quando a pessoa quiser falar e apenas esteja com a pessoa quando ele ou ela quiser companhia. Pessoas que estão de luto só querem se sentir compreendidas e apoiadas.

  3. 3

    Ajude a pessoa. Às vezes, alguém que está sofrendo não quer pedir ajuda. A pessoa pode se sentir culpada pela ajuda e atenção. No entanto, pense em uma ação ou em uma atividade e faça-a. Talvez você queira coordenar as refeições, limpar ou levar as crianças para um jogo. Apenas ajude e esteja presente por quanto tempo for preciso.

  4. 4

    Forneça apoio contínuo. A manifestação de ajuda e apoio é enorme durante o processo de funeral. No entanto, quando todos vão embora, o apoio desaparece. A tristeza dura muito mais do que apenas o funeral, e as pessoas precisam de suporte contínuo por meses e anos após a morte de um ente querido.

  5. 5

    Observe os sinais de alerta. É normal que uma pessoa seja ríspida ou se sinta deprimida após a morte de um ente querido, mas, se os sintomas não desaparecem gradualmente ou se aumentarem, a pessoa pode precisar de cuidados médicos. Estimule e apoie ele ou ela durante esse processo e sugira que a ajuda profissional pode ser necessária. Dois meses é um bom indicador de medição para que os sintomas comecem a desaparecer.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível